06/04/13

USINA

DATA DA EXPEDIÇÃO: 29.09.2012
DESTINO: Estação Usina
LOCALIZAÇÃO: Município Ribeirão Preto – SP
COORDENADAS: 21° 8’14.89″S 47°47’3.05″W
TRILHOS NO LOCAL: Não
ANO DA CONSTRUÇÃO: 1928
CONSTRUÇÃO: Estrada de Ferro São Paulo e Minas
STATUS DO PRÉDIO: Em pé, cercado e servindo de refeitório de uma fábrica
EQUIPE DE VIAGEM: Marcelo Tomaz e Claudinéia de Marchi

O FILME:

RESUMO DA EXPEDIÇÃO:
Todas as pesquisas apontavam Usina como demolida ou sem maiores informações, partindo disso, fui até lá para constatar este fato, e não é que me surpreendi positivamente? Usina está em pé, servindo de refeitório dentro de uma indústria, no local aonde funcionava há tempos, a Penha, uma indústria de implementos agrícolas, aqui em Ribeirão Preto, na Avenida Brasil, bem atrás do Aeroporto Leite Lopes. Usina foi construída dentro de uma metalúrgica que processava o minério trazido do Morro do Ferro (também estivemos lá, e a encontramos) em Pratápolis – MG, pela Estrada de Ferro São Paulo e Minas (E.F.S.P.M.) em 1928. Apenas graças ao relato de uma funcionária da fábrica, pude saber que dentro do prédio, ainda pode-se ver indícios de que lá, um dia funcionou uma estação ferroviária, como placas (não perguntei quais), rebaixamento da plataforma por onde entravam os vagões de minério, e alguns pequenos detalhes nas paredes. Andei por todo o seu entorno e não consegui mais informações além dessas, por lá, ninguém sabia nada, nem sequer da existência de uma estação por ali. Tentei entrar, mas na portaria me disseram que muita gente já procurou a estaçãozinha para fins de pesquisa escolar, que os responsáveis já estavam cheios disso, e que provavelmente não liberariam a entrada. Documentei-a da melhor maneira que encontrei e de lá segui para a Estação 28…

FOTOS DO LOCAL:

MAPA DO LOCAL:

POSTER DA ESTAÇÃO:
A cada estação visitada, seleciono uma imagem que julgo melhor refletir a expedição e a transformo num poster, unindo texto e imagem numa combinação de apelo bastante visual.
POSTER USINA

POST ABERTO À COLABORAÇÃO:
A partir da publicação de cada post inicial pelo autor, fica aberto aos colaboradores e interessados, o envio de materiais para mantermos atualizadas as informações sobre cada estação. Este site tem como principal objetivo resgatar através imagens, vídeos e textos um pouco da história ferroviária do país. Todo o conteúdo de cada post inicial é original e produzido pelo próprio autor e sua equipe de viagem, visando contribuir de fato, para o crescimento do acervo de informações sobre cada estação, sua história e seus personagens.

Conteúdos Relacionados:

2Comentários

  1. 03/08/13 às 8:51
    marcos antonio silva .:

    E MARCELO mais uma ferrovia de longo trajeto desativado não exite nem os trilho e mais são quantas que voce catalogou no seu projeto estaçoesbrasileiras com percuso entre são paulo e minas gerais tudo abandonadas .abraço.

  2. 06/10/14 às 0:40
    Denis W. Esteves:

    Marcelo,
    Esse edifício não é a estação Usina. Trata-se de um armazém da Eletrometalúrgica, inaugurado junto com ela em 1922. O processo de aquisição da E. F. São Paulo e Minas, com vistas a construir um ramal para atender a usina só começou em 1924, e as obras só começaram em 1926 e por fim a estação Usina, da SPM foi inaugurada em 1928, fora da área da usina, dentro da faixa da SPM. A estação Usina, que tinha um aspecto completamente diferente desse armazém, não existe mais, foi demolida na década de 1960, após a a supressão da linha da SPM por conta do novo traçado da Mogyana.

Deixe seu Comentário