Posts encontrados com a Tag: "PARQUE REINO DAS ÁGUAS CLARAS"

PARQUE REINO DAS ÁGUAS CLARAS

DATA DA EXPEDIÇÃO: 18.01.2012
DESTINO: Estação Parque Reino das Águas Claras
LOCALIZAÇÃO: Município Pindamonhangaba – SP
COORDENADAS:  22°52’40.33″S 45°34’48.19″W
TRILHOS NO LOCAL: Sim, em uso pelos trens turísticos da E.F.C.J.
ANO DA CONSTRUÇÃO: 1972
CONSTRUÇÃO: Estrada de Ferro Campos do Jordão
STATUS DO PRÉDIO: Em pé, é apenas uma estrutura de ferro com cobertura e bancos
EQUIPE DE VIAGEM: Marcelo Tomaz e Claudinéia de Marchi

O FILME:

RESUMO DA EXPEDIÇÃO:
Vínhamos de Campos do Jordão sentido Pindamonhangaba quando decidimos conhecer a Parada do Parque Reino das Águas Claras. Pelo que vimos, outrora o local devia ser movimentado, mas naquele dia estava interditado devido a uma chuva (enchente se não me engano), e não pudemos ver nenhum fluxo de pessoas por ali. É uma parada simples, com telhas de amianto sobre uma estrutura de ferro e alguns bancos, está bem conservada, mas ao que parece o trem suburbano já não trafega mais por ali, restando apenas o trem turístico da E.F.C.J. que passa sem parar. Andei pelo local, vi uma gôndola G1 trafegando com trabalhadores e restos de árvores em cima (vide mini-filme), vi também algumas casas da vilinha que fica às margens da linha, e nada mais. É um lugar aprazível, embora tenha um ar decadente, até um pouco depressivo, mas de uma beleza ímpar. De lá, seguimos para Pindamonhangaba…

FOTOS DO LOCAL:


MAPA DO LOCAL:

POSTER DA ESTAÇÃO:
A cada estação visitada, seleciono uma imagem que julgo melhor refletir a expedição e a transformo num poster, unindo texto e imagem numa combinação de apelo bastante visual.

POST ABERTO À COLABORAÇÃO:
A partir da publicação de cada post inicial pelo autor, fica aberto aos colaboradores e interessados, o envio de materiais para mantermos atualizadas as informações sobre cada estação. Este site tem como principal objetivo resgatar através imagens, vídeos e textos um pouco da história ferroviária do país. Todo o conteúdo de cada post inicial é original e produzido pelo próprio autor e sua equipe de viagem, visando contribuir de fato, para o crescimento do acervo de informações sobre cada estação, sua história e seus personagens.