Posts encontrados com a Tag: "CORRUPIRA"

VINHEDO

DATA DA EXPEDIÇÃO: 13.02.2012
DESTINO: Estação Vinhedo
LOCALIZAÇÃO: Município Vinhedo – SP
COORDENADAS: 23° 1’46.59″S 46°58’16.49″W
TRILHOS NO LOCAL: Sim, em pleno uso
ANO DA CONSTRUÇÃO: 1872
CONSTRUÇÃO: Companhia Paulista de Estradas de Ferro
STATUS DO PRÉDIO: Em pé, mal conservado e servindo de moradia
EQUIPE DE VIAGEM: Marcelo Tomaz e Claudinéia de Marchi

O FILME:

RESUMO DA EXPEDIÇÃO:
A estação de Vinhedo está localizada numa área central da cidade, mal conservada e com uma pequena composição de 3 vagões abandonados no seu pátio. Recentemente recebi a notícia de que o carro da administração da Fepasa, que por sorte, consegui documentar aqui através das fotos e do mini-filme, havia pegado fogo. Uma pena, pois vai-se mais do que um simples caixote de madeira com banheira e truques, sobre uma linha (vide mini-filme). Vão-se décadas de história que poderiam certamente fazer a diferença na formação de muita gente. No jogo de empurra, a prefeitura diz que a responsabilidade é de uma associação cultural local, mas que também carece de liberações de extinta R.F.F.S.A., enfim um imbróglio daqueles. O prédio é hoje habitado por uma família que, ao que me pareceu, nem cuidar direito do seu cão consegue, pois quando nos viu por lá, foi logo escondendo a sujeira do animal, certamente pensando que éramos da vigilância sanitária. Na estação ainda pode-se ver os trilhos,  os dísticos, o local da placa de quilometragem já sem placa, a cabine de controle mais a frente, a plataforma com suas mãos francesas sustentando a cobertura e o requinte de crueldade: uma pequena antena parabólica em cima do telhado (sinal dos tempos). A estação de Vinhedo é triste e faz questão de mostrar isso, e dela seguimos para Valinhos… >>

FOTOS DO LOCAL:

MAPA DO LOCAL:

POSTER DA ESTAÇÃO:
A cada estação visitada, seleciono uma imagem que julgo melhor refletir a expedição e a transformo num poster, unindo texto e imagem numa combinação de apelo bastante visual.
POSTER VINHEDO

POST ABERTO À COLABORAÇÃO:
A partir da publicação de cada post inicial pelo autor, fica aberto aos colaboradores e interessados, o envio de materiais para mantermos atualizadas as informações sobre cada estação. Este site tem como principal objetivo resgatar através imagens, vídeos e textos um pouco da história ferroviária do país. Todo o conteúdo de cada post inicial é original e produzido pelo próprio autor e sua equipe de viagem, visando contribuir de fato, para o crescimento do acervo de informações sobre cada estação, sua história e seus personagens.

CORRUPIRA

DATA DA EXPEDIÇÃO: 13.02.2012
DESTINO: Estação Corrupira
LOCALIZAÇÃO: Município Jundiaí – SP
COORDENADAS: 23° 7’23.50″S 46°55’55.70″W
TRILHOS NO LOCAL: Sim, em uso
ANO DA CONSTRUÇÃO: 1896
CONSTRUÇÃO: Companhia Paulista de Estradas de Ferro
STATUS DO PRÉDIO: Demolido, mas lá ainda existem restos da plataforma
EQUIPE DE VIAGEM: Marcelo Tomaz e Claudinéia de Marchi

O FILME:

RESUMO DA EXPEDIÇÃO:
Corrupira é hoje apenas uma base de cimento tomada pelo mato alto, passamos por lá quando vínhamos de Jundiaí sentido Louveira. O acesso ao local da antiga estação não é dos mais fáceis, mas com atenção chegamos ao ponto exato. Fotografamos, filmamos, andamos por lá em busca de algum outro sinal do que um dia foi uma estação ferroviária, mas nada. Por lá, apenas uma pequena caixa-d’água sobre um alto suporte de concreto, a plataforma coberta pelo mato, uma escada de cimento, um poste semafórico enferrujado ao lado dos trilhos e uma casa amarela (provavelmente da turma de conserva) num nível abaixo ao da linha (por onde conseguimos o acesso até a estação) foi o que restou de Corrupira. Um jovem morador da casa foi bastante prestativo e nos levou ao ponto onde estava a plataforma, bem no Km 10.469 (demarcado num poste em frente), de onde pude ver, após uma grande curva, uma igreja ao lado de um pequeno pontilhão. Corrupira foi apenas um prédio de madeira com cobertura metálica, por isso me surpreendi por ainda existir tantos resquícios dela no local. De lá seguimos para Louveira, Vinhedo, Valinhos…

FOTOS DO LOCAL:

MAPA DO LOCAL:

POSTER DA ESTAÇÃO:
A cada estação visitada, seleciono uma imagem que julgo melhor refletir a expedição e a transformo num poster, unindo texto e imagem numa combinação de apelo bastante visual.

POST ABERTO À COLABORAÇÃO:
A partir da publicação de cada post inicial pelo autor, fica aberto aos colaboradores e interessados, o envio de materiais para mantermos atualizadas as informações sobre cada estação. Este site tem como principal objetivo resgatar através imagens, vídeos e textos um pouco da história ferroviária do país. Todo o conteúdo de cada post inicial é original e produzido pelo próprio autor e sua equipe de viagem, visando contribuir de fato, para o crescimento do acervo de informações sobre cada estação, sua história e seus personagens.