Posts encontrados com a Tag: "BABILÔNIA"

BABILÔNIA – TRILHA SONORA

TRILHAS & TRILHOS
A partir de agora, nesta nova seção, vou disponibilizar alguns mini-filmes selecionados e reeditados para a inclusão de trilhas sonoras ORIGINAIS, compostas especialmente para cada estação-tema.
Esta idéia é fruto de uma parceria entre o músico e arranjador AMARILDO LOPEZ  e o PROJETO ESTAÇÕES BRASILEIRAS, a fim de mostrar a realidade de cada local visitado, por um outro aspecto, o sonoro.
Fica desde já registrado o enorme agradecimento deste Projeto ao autor das trilhas, não só pelo belíssimo trabalho musical, como também pelo tempo de pesquisa e elaboração de cada trilha sonora aqui utilizada.

 

ESTAÇÃO BABILÔNIA / São Carlos – SP
Trilha sonora original: AMARILDO LOPEZ

FLORESTA

DATA DA EXPEDIÇÃO: 10.06.2012
DESTINO: Estação Floresta
LOCALIZAÇÃO: Município São Carlos – SP
COORDENADAS: 21°58’8.79″S 47°48’7.20″W
TRILHOS NO LOCAL: Não
ANO DA CONSTRUÇÃO: 1892
CONSTRUÇÃO: Companhia Paulista de Estradas de Ferro
STATUS DO PRÉDIO: Em pé, cercada, é hoje uma fábrica
EQUIPE DE VIAGEM: Marcelo Tomaz, Breno Paiva de Oliveira Filho e Jeferson Tomaz Querino

O FILME:

RESUMO DA EXPEDIÇÃO:
Floresta era uma estação do antigo Ramal de Água Vermelha, desativado no início da década de 60, e hoje é um prédio cercado localizado dentro de uma fábrica, com alguns silos na parte dos fundos e uma casa de turma ao lado. Visto de fora, me pareceu servir como área administrativa da empresa, mas como está anexado a um grande galpão, não me surpreenderia se fosse parte do depósito também. Estávamos vindo de Canchim e indo para Babilôna, atravessando a região conhecida como Floresta, aonde além de muito verde, existem também vários resquícios da atividade ferroviária ainda espalhados pelo local. Completavam o cenário, cachoeiras, rios, pontes metálicas, represas e as ruínas de um antiga estrutura de pedra, que possivelmente serviu como base de caixa-d’água, ou mesmo de ponte para outro pequeno ramal férreo local (não sei ao certo), enfim, andar por lá foi bastante agradável e produtivo. Em Floresta não vimos uma alma viva, por isso não conseguimos relatos locais. Andamos por lá, colhemos as imagens, e seguimos em frente rumo à Babilônia… >>

FOTOS DO LOCAL:

MAPA DO LOCAL:

POSTER DA ESTAÇÃO:
A cada estação visitada, seleciono uma imagem que julgo melhor refletir a expedição e a transformo num poster, unindo texto e imagem numa combinação de apelo bastante visual.
POSTER FLORESTA

POST ABERTO À COLABORAÇÃO:
A partir da publicação de cada post inicial pelo autor, fica aberto aos colaboradores e interessados, o envio de materiais para mantermos atualizadas as informações sobre cada estação. Este site tem como principal objetivo resgatar através imagens, vídeos e textos um pouco da história ferroviária do país. Todo o conteúdo de cada post inicial é original e produzido pelo próprio autor e sua equipe de viagem, visando contribuir de fato, para o crescimento do acervo de informações sobre cada estação, sua história e seus personagens.

BABILÔNIA

DATA DA EXPEDIÇÃO: 10.06.2012
DESTINO: Estação Babilônia
LOCALIZAÇÃO: Município São Carlos – SP
COORDENADAS: 21°59’46.69″S 47°47’46.47″W
TRILHOS NO LOCAL: Não
ANO DA CONSTRUÇÃO: 1892
CONSTRUÇÃO: Companhia Paulista de Estradas de Ferro
STATUS DO PRÉDIO: Em pé, conservado, porém todo desfigurado, é uma moradia particular
EQUIPE DE VIAGEM: Marcelo Tomaz, Jeferson Tomaz Querino e Breno Paiva de Oliveira Filho

O FILME:

RESUMO DA EXPEDIÇÃO:
Estivemos em Babilônia e pudemos ver de perto, tanto o prédio da velha estação quanto todo o seu entorno, que pouco lembra o seu passado movimentado pelos carregamentos de leite e café das fazendas da região. Lá, conversei com os atuais moradores da estação, que hoje é uma residência, e eles me mostraram fotos de como era o prédio original (vide galeria de fotos abaixo), que pouco lembra o atual, bastante desfigurado, tanto na construção quanto nas cores. Babilônia está situada ao lado da estrada, que segue o leito da antiga linha do ramal de Água Vermelha, sim, aquele que não termina propriamente em Água Vermelha, mas em Santa Eudóxia, como já vimos anteriormente aqui. A estação não conta mais com a velha caixa-d’água, nem com as placas de quilometragem e altitude e muito menos com os dísticos, tendo também sofrido reformas que a descaracterizaram bastante, mas ainda assim, dá para perceber que ali um dia foi uma estação. Me acompanharam neste dia, o meu sobrinho Jeferson e o meu amigo e sensei de aikido, Breno de Oliveira. De lá, seguimos para São Carlos…

FOTOS DO LOCAL:

MAPA DO LOCAL:

POSTER DA ESTAÇÃO:
A cada estação visitada, seleciono uma imagem que julgo melhor refletir a expedição e a transformo num poster, unindo texto e imagem numa combinação de apelo bastante visual.

POST ABERTO À COLABORAÇÃO:
A partir da publicação de cada post inicial pelo autor, fica aberto aos colaboradores e interessados, o envio de materiais para mantermos atualizadas as informações sobre cada estação. Este site tem como principal objetivo resgatar através imagens, vídeos e textos um pouco da história ferroviária do país. Todo o conteúdo de cada post inicial é original e produzido pelo próprio autor e sua equipe de viagem, visando contribuir de fato, para o crescimento do acervo de informações sobre cada estação, sua história e seus personagens.