23/10/12

SILVEIRA DO VAL

DATA DA EXPEDIÇÃO: 15.09.2011
DESTINO: Estação Silveira do Val
LOCALIZAÇÃO: Município Ribeirão Preto – SP
COORDENADAS:  21°13’21.74″S 47°52’23.19″W
TRILHOS NO LOCAL: Não
ANO DA CONSTRUÇÃO: 1913
CONSTRUÇÃO: Companhia Mogiana de Estradas de Ferro
STATUS DO PRÉDIO: Em pé, porém fechado e abandonado
EQUIPE DE VIAGEM: Marcelo Tomaz e Daniel Calil

O FILME:

RESUMO DA EXPEDIÇÃO:
Silveira do Val foi uma das primeiras estações visitadas por mim depois de iniciar este projeto. Estive lá com o meu sócio Daniel e pudemos conferir de perto cada detalhe da velha estaçãozinha. Lá ainda se encontram os dísticos (legível de um lado somente), as lousas de avisos, a caixa-d’água (um pouco a frente do prédio), enfim, muita coisa envelhecida e abandonada, porém relativamente conservada, pois o local é fechado (propriedade particular) e isso pelo que pude ver, ajudou a mantê-la inteira. O telhado está caindo em algumas partes, o piso na área que era utilizada como armazém já não existe mais, mas ao lado, nos cômodos da estação, ainda consegue-se ver detalhes da época em que ela ainda funcionava. De lá, quando a cana está baixa, se tem uma visão linda da skyline de Ribeirão Preto, com destaque para a zona sul, e seus imponentes edifícios. Silveira do Val estava localizada no extinto Ramal do Jataí, é um prédio típico da Companhia Mogiana, de tijolos à vista e uma bonita arquitetura, e graças a alguém, ainda encontra-se em pé. De lá, voltamos para o trabalho…

FOTOS DO LOCAL:

MAPA DO LOCAL:

POSTER DA ESTAÇÃO:
A cada estação visitada, seleciono uma imagem que julgo melhor refletir a expedição e a transformo num poster, unindo texto e imagem numa combinação de apelo bastante visual.

ILUSTRAÇÃO DO LOCAL:
Tendo como base as imagens reais de cada local colhidas pelo Projeto Estações Brasileiras, eu desenvolvo uma ilustração que retrate emocionalmente o espírito de cada estação/parada, ou mesmo do seu entorno, no caso de já não existirem mais. A intenção é que sirva de estímulo para a interpretação crítica de cada um, seja de forma positiva, negativa, carregada de saudosismo, ou mesmo de forma contemplativa apenas. Espero que curtam.


POST ABERTO À COLABORAÇÃO:
A partir da publicação de cada post inicial pelo autor, fica aberto aos colaboradores e interessados, o envio de materiais para mantermos atualizadas as informações sobre cada estação. Este site tem como principal objetivo resgatar através imagens, vídeos e textos um pouco da história ferroviária do país. Todo o conteúdo de cada post inicial é original e produzido pelo próprio autor e sua equipe de viagem, visando contribuir de fato, para o crescimento do acervo de informações sobre cada estação, sua história e seus personagens.

Conteúdos Relacionados:

3Comentários

  1. 09/08/13 às 5:41
    marcos antonio silva.:

    está outra estação parece cenário de filme.tudo em volta dela lembra filme do faroeste daquele bem antigos como pudemos ver nesse documentário pená que está assim abandonada ném servindo de moradia para alguém.achó um grande descaso.abs.

  2. 11/11/14 às 17:08
    Luiz Carlos:

    Amigo boa tarde,

    Minha sogra passou muito por esta estação e gostaria de rever, como vocês estiveram por lá e ela ainda resiste ao tempo, pode me passo o caminho para eu leva-la para rever o passado?
    Estou próximo a Av.: Caramuru, saindo daqui por onde vou?
    Agradeço a sua atenção antecipadamente.

    Luiz Carlos

  3. 24/11/14 às 3:37
    marcelo:

    Luiz Carlos, no post existe um mapa detallado do local pelo Google Maps. Abs.

Deixe seu Comentário