14/11/11

SANTOS DUMONT NOVA

DATA DA EXPEDIÇÃO: 24.09.2011
DESTINO: Estação Santos Dumont Nova
LOCALIZAÇÃO: Município Santa Rosa de Viterbo – SP
COORDENADAS: 21°34’34.69″S 47°25’54.01″W
TRILHOS NO LOCAL: Sim (em uso)
ANO DA CONSTRUÇÃO: 1971
CONSTRUÇÃO: Companhia Mogiana de Estradas de Ferro
STATUS DO PRÉDIO: Em ruínas, somente as paredes ainda resistem
EQUIPE DE VIAGEM: Marcelo Tomaz e  João Julio Oliveira

O FILME:

RESUMO DA EXPEDIÇÃO:
Desta estação eu me lembro desde os meus 5, 6 anos de idade quando ia para Aguaí com o meu saudoso avô Pedro, eram viagens mensais, incríveis, e que certamente serviram de combustível para me motivar a tocar este projeto adiante. Santos Dumont Nova está no meio de uma mata de eucaliptos assustadoramente pacata, de lá somente o som das folhas nas enormes árvores, e das pedras britadas do leito da linha me vem à cabeça. Chegar até lá, partindo de São Simão não é tão difícil, mas requer paciência e bastante sangue frio (no caso de não possuirem um 4×4, como eu), o perigo maior é o areião das estradas que cortam a mata, ali, se o carro morrer, ai, ai… Santos Dumont Nova está em ruínas, são ruínas no meio do nada, literalmente. Ali somente curiosos como nós esporadicamente dão as caras. É um lugar bonito, andar por lá, observar as longas composições abandonadas e tomadas pela vegetação local me fez pensar em coisas boas, ruins e simplesmente não pensar em nada. Lá estavam: caixa-d’água, plataforma, prédio ainda em pé, mas sem telhado e 3 cães que devem viver por ali. De lá, partimos para Santa Rosa de Viterbo, aguardem.

FOTOS DO LOCAL:


MAPA DO LOCAL:

POSTER DA ESTAÇÃO:
A cada estação visitada, seleciono uma imagem que julgo melhor refletir a expedição e a transformo num poster, unindo texto e imagem numa combinação de apelo bastante visual.

POST ABERTO À COLABORAÇÃO:
A partir da publicação de cada post inicial pelo autor, fica aberto aos colaboradores e interessados, o envio de materiais para mantermos atualizadas as informações sobre cada estação. Este site tem como principal objetivo resgatar através imagens, vídeos e textos um pouco da história ferroviária do país. Todo o conteúdo de cada post inicial é original e produzido pelo próprio autor e sua equipe de viagem, visando contribuir de fato, para o crescimento do acervo de informações sobre cada estação, sua história e seus personagens.

Conteúdos Relacionados:

6Comentários

  1. 20/07/12 às 1:43
    jltavares:

    Digite sua mensagem…

  2. 23/08/13 às 0:27
    marcos antonio silva.:

    está o que parece foi passado uma tempéstade que destruio todo vilárejo em volta destá ferrovia pela idade que tem está ferrovias apenas 44 anos desté a sua construção não está bém conservada nós dias atuais .por sé trata de uma ferrovia deveriam ter conservado também o vilárejo mais infelismente é o que podemp ver sobre nossas ferrovias muito descasos é pouca melhoria nesté segmento que sé chama ferrovia que faz várias ligações com vários municipio desté estádo tão rico mais por outro lado não preserva a riqueza que tem em suas mãos.pena que é está realidade nós dias atuais muito descaso pouco investimento nesté setor.abs marcelo.

  3. 23/08/13 às 8:07
    marcos antonio silva.:

    nestá estação o que podemos falar de abandono com esses patrimonio da velha estação parece que ouve uma grande tempestáde nestá região.ficou tudo largado a propria sorté o telhado já ném existe mais.mais um grande descaso com esses vagões abandonado em uma linha.todos estés vagoões sem nenhuma utilidade para que serve esté vagoes..seria um otimo atrátivo.

  4. 25/08/13 às 2:26
    marcos antonio silva.:

    mais uma visitá nestá que um dia foi uma estação não restou nada.apenas a estrutura sem coberturas.sem nenhuma utilidade apenas para mostrar mais uma vez o grande descaso com tudo que se refere-se a ferrovia de ontem e hojé passado e presente.não se respeita aqueles pioneiros que abriram esse caminho nestá ferrovia que tanto levam progresso a tantas regiões desse imenso estádo

  5. 19/04/15 às 22:30
    marcos antonio silva:

    aqui outro descasos nas velhas construções nada se faz para recuperar a historia desde seu nascimento nesta regiões que viu esse meio de transporte chegar para trazer esperança em diversas operações mais com o passar dos anos tudo esta nessa situação que estamos vendo nesse registro ate o presente momento ate quando isso vai continuar ao que parece pouco importa para essas logisticas afinal são 30 anos de concessão dado pelo nossos governos pouco importa para eles afinal lucros e o que vale para eles a historia pouco importa abs marcelo.

  6. 13/03/16 às 22:35
    marcos antonio silva:

    aqui mais um retrato do descaso de quem esta no comando desta concessão a estação ja não existe o transporte no meu ver de passageiros tambem se foi para sempre o que resta aqui e so o vai e vem transportando o que importa para esta empresas que domina as nossas ferrovias ate quando muitas dessas ferrovias que estão aqui catalogadas nas estçõesbrasileiras vão continuar com seu papel no transporte ferroviario em nosso estado veremos aqui abs marcelo de marcos silva carapicuiba sp.

Deixe seu Comentário