19/07/12

SANTA SILVÉRIA

DATA DA EXPEDIÇÃO: 10.03.2012
DESTINO: Estação Santa Silvéria
LOCALIZAÇÃO: Município Santa Cruz das Palmeiras – SP
COORDENADAS: 21°50’13.18″S 47°16’33.53″W
TRILHOS NO LOCAL: Não
ANO DA CONSTRUÇÃO: 1892
CONSTRUÇÃO: Companhia Paulista de Estradas de Ferro
STATUS DO PRÉDIO: Abandonado e em ruínas
EQUIPE DE VIAGEM: Marcelo Tomaz, Thiago Samarino Lages, Jorge Luis Caleffi e João Julio Oliveira

O FILME:

RESUMO DA EXPEDIÇÃO:
Santa Silvéria atualmente é apenas um resquício do tempo à beira da estrada que liga Pirassununga à Santa Cruz das Palmeiras. Um prédio semi-destruído, triste mas com uma grande personalidade. Seu acesso é facílimo, pois está a menos de 3 metros da rodovia, nova e asfaltada. É uma ilha cercada no meio de canaviais, mas vale a parada para os que estiverem passando por lá. Certamente não serão dez minutos perdidos observando um prédio velho e esquecido, será sim, um ganho de memória, história e visão crítica, pois estes prédios trazem consigo uma sorte imensa de bons momentos vividos por aqueles que os frequentaram nos seus muitos anos de atividade. Santa Silvéria está localizada entre Baguassu e Palmeiras (Santa Cruz das Palmeiras) e foi para nós um grande achado, por lá ainda estão o prédio, a plataforma, as placas indicativas, mas não me lembro de ter visto a caixa-d’água não. Para quem quiser enviar material para mantermos esta base de dados atualizada, é só entrar em contato. De lá, fomos comer um peixe e tomar umas cervejas na cachoeira da Emas onde também existe uma estação, mas esta fica para a próxima. Até mais.

FOTOS DO LOCAL:


MAPA DO LOCAL:

POSTER DA ESTAÇÃO:
A cada estação visitada, seleciono uma imagem que julgo melhor refletir a expedição e a transformo num poster, unindo texto e imagem numa combinação de apelo bastante visual.

POST ABERTO À COLABORAÇÃO:
A partir da publicação de cada post inicial pelo autor, fica aberto aos colaboradores e interessados, o envio de materiais para mantermos atualizadas as informações sobre cada estação. Este site tem como principal objetivo resgatar através imagens, vídeos e textos um pouco da história ferroviária do país. Todo o conteúdo de cada post inicial é original e produzido pelo próprio autor e sua equipe de viagem, visando contribuir de fato, para o crescimento do acervo de informações sobre cada estação, sua história e seus personagens.

4Comentários

  1. 17/08/13 às 4:57
    marcos antonio silva.:

    estação santa silvéria o que restou dela está tudo cercado como se fosse um campo de concentração as margens de uma rodovia para que tanto descaso com nossas ferrovias séria uma peserguisão politica do passdo ou descaso mesmo com esté patrimonio esquecido por tantos que aqui governaram nesté estado tão rico mais sem mémoria com aquele que há construiu lá trás.abs marcelo

  2. 27/04/15 às 2:14
    marcos antonio silva:

    aqui a saudade de uma estrada de ferro se foi para sempre o que resta pouco se faz para proteger o que foi de um passado aqui chamado estrada de ferro para onde ia os trilhos que foram removidos atraves dos anos que fazia parte dessa estação chamada santa silveira os seus caminhos deram lugar a outra estrada de concreto e o que restou da antiga estação pouco se faz para se manter viva a lembrança de um passado que jamais pudesse ser interrompido em todas as formas possiveis mais o tempo passou para esta estação como muitas outras o que resta esta assim cercado e abandonado sem qualquer conservação atraves dos anos e quanto aos governos dese municipio porque não conserva o pouco que resta da historia ferroviaria desse lugar que viu seu surgimento e sua morte atraves de tantos anos de abandono por falta de coragem e investimento de muitos aqui esta o pouco que resta da historia desse lugar nesse segmento o que foi a historia ferroviaria desse lugar abs.

  3. 24/09/15 às 14:28
    Frederico Augusto Pereira:

    Olá. Não encontrei fotos e comentários da Estação de Santa Cruz das Palmeiras, que está muito bem conservadas e hoje abriga um centro de lazer municipal. O acesso é aberto ao público e além da estação (nova e velha, uma ao lado da outra) há um galpão e algumas casas dos antigos funcionários. Para quem chegou até a estação Emas, ir até a estação Palmeiras é mel na chupeta

  4. 24/09/15 às 16:08
    marcelo:

    Rerere, você está certíssimo, entrar na AFA não foi fácil não! Vou em Palmeira por estes dias. Abs

Deixe seu Comentário