21/07/12

RENÓPOLIS

DATA DA EXPEDIÇÃO: 17.01.2012
DESTINO: Estação Renópolis (Parada)
LOCALIZAÇÃO: Município Santo Antônio do Pinhal – SP
COORDENADAS:  22°48’23.59″S 45°37’39.90″W
TRILHOS NO LOCAL: Sim (em uso)
ANO DA CONSTRUÇÃO: 1930
CONSTRUÇÃO: Estrada de Ferro Campos do Jordão
STATUS DO PRÉDIO: Em pé, ainda utilizado como parada de manobras
EQUIPE DE VIAGEM: Marcelo Tomaz e Claudinéia de Marchi

O FILME:

RESUMO DA EXPEDIÇÃO:
A fazenda Renópolis era um antigo local de chá bastante famoso na região de Santo Antônio do Pinhal e Campos do Jordão. Para chegarmos até ela, tivemos que bater na porta da fazenda, mas como ninguém nos atendeu, resolvemos buscar outras alternativas para chegarmos até a antiga parada. Um morador local nos mostrou um caminho (muito íngreme) para se chegar até ela, uma pequena trilha pelo meio do mato (no mapa do Google Earth dá para vê-la ligando a rodovia à estação), que era utilizada antigamente pelos moradores da região para pegarem o trem. O caminho é objetivo e nos levou ao nosso destino, de uma forma cansativa, mas levou. Chegando lá, pudemos desfrutar de mais uma vista maravilhosa, o que bastante comum naquela região, e aproveitar alguns momentos sentados nos antigos e estilosos bancos da parada Renópolis, para descansar da subida digamos, exigente. Fotos, vídeo, explorações concluídas, seguimos para Campos do Jordão para um fim de tarde regado a cervejas geladas e boas histórias.

FOTOS DO LOCAL:

MAPA DO LOCAL:

POSTER DA ESTAÇÃO:
A cada estação visitada, seleciono uma imagem que julgo melhor refletir a expedição e a transformo num poster, unindo texto e imagem numa combinação de apelo bastante visual.

POST ABERTO À COLABORAÇÃO:
A partir da publicação de cada post inicial pelo autor, fica aberto aos colaboradores e interessados, o envio de materiais para mantermos atualizadas as informações sobre cada estação. Este site tem como principal objetivo resgatar através imagens, vídeos e textos um pouco da história ferroviária do país. Todo o conteúdo de cada post inicial é original e produzido pelo próprio autor e sua equipe de viagem, visando contribuir de fato, para o crescimento do acervo de informações sobre cada estação, sua história e seus personagens.

2Comentários

  1. 31/07/12 às 14:05
    Wellington Spiguel Cassiano:

    Gostaria de parabenizá-los pela iniciativa. Achei o projeto muito interessante, válido e bacana. Me fez lembrar das minhas andanças adolescentes, pelo que restou dos trilhos da ferrovia em nossa cidade, Pirapozinho, SP. Ali, em alguns trechos os trilhos desapareceram sob a água que minou e em outros pontos por ter seus dormentes e trilhos roubados – esses acabaram em cercas e mata-burros da região. A estação de Pirapozinho virou uma área pública, uma espécie de “Parque do Povo”. Havia outra estação, próxima ao bairro de Noite Negra. Essa foi vandalizada, incendiada e nem sei se ainda existe. Enfim, uma vez mais, parabéns pelo projeto. Vou acompanhá-lo com interesse.

  2. 18/08/13 às 2:53
    marcos antonio silva.:

    estação renópolis o que falar dela com suas paissagens em volta dela cercado de montanhas a frente dos trilhos. a plataforma aida bém conservada com seus bancos de madeiras ainda em bom estádo esté cenário daria um otimo acampamento nestá região .vamos torce que continui assim por muitos anos ainda. abs marcelo.

Deixe seu Comentário