29/05/12

MANDIÚ

Como falar de Mandiú, com um acervo fotográfico tão rico, como este logo abaixo? Num dia lindo, eu e meus parceiros de expedição encontramos pelo caminho esta estação, linda, antiga, ali vencendo o tempo da forma que consegue, enfim, um prato cheio para os nossos interesses históricos, ferroviários, estéticos, afinal quem vai negar a beleza destas paisagens? Saímos de Restinga dispostos a encontrar Mandiú… >>

29/05/12

GAVIÃO GONZAGA

Pontes antigas sobre pequenos riachos, estufas de flores, lagos com carpas e trutas, pinheiros enormes, araucárias, tudo isso no meio de montanhas enormes, assim é o entorno de Gavião Gonzaga. A estaçãozinha em si (parada), não diz muita coisa, pois é somente uma plataforma de pedras antigas, mas as casas da vila ferroviária em frente, dão um toque todo especial ao lugar. Caminhar por lá foi irresistível… >>

29/05/12

TORIBA

A parada Toriba é uma plataforma com colunas em madeira (troncos) coberta por telhas e cercada de verde por todos os lados, a vista de lá é linda, mas a subida para se chegar até ela cobra o preço justo por tal momento contemplativo. Mesmo não havendo nada por lá (o portão de acesso pelo hotel já não dava sinais de uso há algum tempo), a beleza do local impressiona… >>

29/05/12

MATÃO

A estação Matão está toda destruída, caminhei por lá e o que pude ver foi o resultado do descaso e do abandono, apenas o som dos meus passos, sobre os cacos de telha da antiga estação davam sinal de que havia vida por ali. No seu entorno encontramos jovens consumindo drogas, uma locomotiva abandonada que servia provavelmente de moradia… >>

29/05/12

VIRACOPOS

Ir sozinho até a estação Viracopos, foi digamos, uma experiência diferente. O acesso é bem difícil, feito por uma estrada de terra bastante acidentada (possivelmente obra das enchurradas), onde tive que deixar a “Pretona” (minha pick-up) pelo caminho e seguir a pé até o local. Viracopos não oferece nada de encantador, é um prédio sem graça, já dos tempos da FEPASA, que em nada despertaria o meu interesse… >>

27/05/12

TANAKA

Visitar Tanaka foi uma aventura daquelas. Rios, cascatas, morros, picos, montanhas, estradas ruins, boas, visuais excelentes, enfim, era mesmo o que esperávamos. Viajar com a Néia (minha esposa) é sempre bom, ela é companheira, se entrega ao projeto, navega, pilota, ajuda a desalolar, passar por buracos, enfim… >>

25/05/12

VOVÓ LAURINDA

Vovó Laurinda é um lugar lindo, fica às margens da rodovia que liga Campos do Jordão à Pindamonhangaba, e ir até lá foi uma aventura muito interessante. Viemos desde a estação Piracuama seguindo a linha da E.F.C.J. por onde deu e por vezes até por onde não deu, rerere… mas o importante é que conseguimos o nosso objetivo, que era documentar a parada Vovó Laurinda com riqueza de detalhes. É um local bucólico às margens do rio Piracuama, de onde pudemos avistar belas paisagens beirando a linha férrea… >>

21/01/12

MANUEL AMARO

Manuel Amaro foi uma grata surpresa, veio ao nosso encontro de forma despretensiosa, obra do acaso, eu diria que foi uma dessas gratas coincidências que acontecem de vez em quando nas nossas vidas. Bem, estávamos eu e o Caleffi (Jorge Caleffi), meu parceiro de expedição naquele dia, fazendo nosso roteiro na região, quando ao passarmos pela estrada que liga Serrana a Cravinhos, avistamos Manuel Amaro bem ao nosso lado direito. A princípio, não sabíamos se era ou não uma estação, pois ela não constava no nosso roteiro inicial, mas ao nos aproximarmos, não restou mais nenhuma dúvida… >>

21/01/12

CERRADO

Encontramos Cerrado por acaso. Estávamos atrás de Santos Dumont Nova, já havíamos passado por São Simão, entrado numa enorme mata de eucaliptos, quase atolado o carro num areião, até que nos deparamos com a estação que julgávamos ser Santos Dumont, mas não, era Cerrado. Assim, de novo fomos testar nossas habilidades sociais, eu e o João Julio tínhamos que entrar no local que hoje é um sítio, para conseguirmos as imagens que queríamos e assim foi feito. Tivemos que gesticular da porteira que fica bem longe da sede do sítio… >>

21/01/12

CÓRREGO FUNDO

Que lugar bonito. Com essa frase eu pontuei toda a narrativa deste local, que é realmente de uma beleza ímpar. A estação de Córrego Fundo, fica localizada numa região conhecida como Mina Rica, onde ainda existe um vilarejo e uma igrejinha, reformados recentemente. Por lá andamos bastante, vimos cada detalhe e colhemos o máximo de informações. O dia estava lindo, o céu azul e o clima ameno, o que melhorou muito a nossa percepção do local. De acesso bem difícil… >>