15/12/13

MONGAGUÁ

DATA DA EXPEDIÇÃO: 12.02.2012
DESTINO: Estação Mongaguá
LOCALIZAÇÃO: Município Mongaguá – SP
COORDENADAS: 24°05’34″S 46°37’15″W
TRILHOS NO LOCAL: Sim, apenas em alguns trechos
ANO DA CONSTRUÇÃO: 1913
CONSTRUÇÃO: São Paulo Southern Railway
STATUS DO PRÉDIO: Em pé, servindo como bar e moradia
EQUIPE DE VIAGEM: Marcelo Tomaz e Claudinéia de Marchi

O FILME:

RESUMO DA EXPEDIÇÃO:
Estivemos em Mongaguá e pudemos conferir o estado em que a velha estação da Southern São Paulo Railway se encontra. Tudo por lá está esquecido, abandonado, envelhecido, mofado e cheio de lodo. Localizada atrás de um grande supermercado, o pátio e o prédio estão no meio do trajeto de banhistas que vem da praia, e por lá atravessam diariamente. Pode-se dizer que eles (o pátio e a estação) atrapalham o fluxo urbano hoje em dia, o que é bastante engraçado, pois ao mesmo tempo, foram os grandes responsáveis pelo desenvolvimento todo ao seu redor. Seria a cobra picando a mão de quem a alimenta? Enfim, vamos seguir adiante. O lugar está ocupado por uma família residindo no prédio da estação e ao lado um bar funciona normalmente (provavelmente legalizado, pois não me pareceu nada clandestino não), a plataforma ainda em pé, já não dá sinais de que aguentará muito mais tempo naquele estado e o prédio está bastante degradado. Olhando pelo leito da linha no sentido de Peruíbe dá para ver a ponte de ferro a uns 200 metros, e por lá, não encontrei as lousas, nem as placas e muito menos os dísticos legíveis. É claramente um monumento ao pragmatismo e à ausência de memória pois, pelos relatos que li, passaram muitas histórias de vida e de progresso por aquele trecho. Quem sabe se um museu se instalasse ali… enfim.  Mas daí quem sustentaria o museu num país de valores tão… digamos, rasos, como o nosso não é mesmo?

FOTOS DO LOCAL:

MAPA DO LOCAL:

POSTER DA ESTAÇÃO:
A cada estação visitada, seleciono uma imagem que julgo melhor refletir a expedição e a transformo num poster, unindo texto e imagem numa combinação de apelo bastante visual.
POSTER MONGAGUA

POST ABERTO À COLABORAÇÃO:
A partir da publicação de cada post inicial pelo autor, fica aberto aos colaboradores e interessados, o envio de materiais para mantermos atualizadas as informações sobre cada estação. Este site tem como principal objetivo resgatar através imagens, vídeos e textos um pouco da história ferroviária do país. Todo o conteúdo de cada post inicial é original e produzido pelo próprio autor e sua equipe de viagem, visando contribuir de fato, para o crescimento do acervo de informações sobre cada estação, sua história e seus personagens.

Conteúdos Relacionados:

4Comentários

  1. 18/12/13 às 21:20
    marcos antonio silva.:

    mais uma .ano de sua construção 1913. já se passou 100 anos desté a sua inauguração é nada foi feito para sua conservação. mesmo não estando em plena atividades. aqui como podemos ver mais um grande descaso tudo abandonado por completo.o progresso aqui chegou com grandes edificios é avenidas.em sua voltá mais o principal não foi feito para lembra daqueles que a construiu nessa epóca. epóca de costumé não existe na lembrança de nossos politicos é governantes que pená está marcelo é a mais verdade nós dias de hojé com o passado de glórias é lutas para desbravar cada caminho. que pecorreu esté trilho ligando cidades a outras. hojé nada disso é lembrado.tudo é esquecido para não levar a sociedade o que foi é como está hojé o passado de tantas glorias é lutas dos bravos ferroviarios. que aqui depositaram seus sonhos. é esperança nessa realidade chamada ferrovia. que hojé tudo está largado nessas condições como estámos vendo hojé dia 18/12/2013. como será no futuro das outras que estão em atividades mesmo sem investimentos de nossos governantes estaduais é federais. esse é o retrato mais uma vez do grande descaso. chamado ferrovia que para muitos não tém tanta importánçia mais para quém viveu nessa epóca sim de trabalho é luta sem tecnólogia naquelá epóca. tudo feito brasal esté é o retrato de nossas ferrovias. patrimonio que deveriam está nós cuidados de nossas autoridades estão no total abandono. esse é o pais que se preocupa com o passado. parece que não marcelo fica com deus. abs de marcos silva.

  2. 19/12/13 às 12:47
    andre:

    linda ponte metalica deve ser preservada

  3. 21/12/13 às 7:14
    marcos antonio silva.:

    ótimo dia a todos.mais um comentário sobre nossas ferrovias. o ainda existé é resité com a ação do tempo é do homem nesse segmento chamado ferrovia.marcelo infelismnte o nosso pais está ficando com esse bém tão precioso.que está com 30 mil kilometro de malhas.sendo dessas 30 mil kilometro 1.000 kilometro esta destinadas a passageiros.e os outro 29 mil kilometro está destinada ao transporté de cargas. que pená marcelo quantos kilometros de trilhos estão ficando desativados em todo seu trajéto que existia no passado. marcelo ao meu ver quantos kilometro de trilho estão parado sem nenhuma utilidade.é ao mesmo tempo estão sendo roubados é lapidado por completo. é a mais purá verdade desse meio de transporté que a cada momento a cada ano vem sendo esmagado por nossas autoridades.que não se importá em resgata algumas dessas estaçoes. de cada 10 postada . apenas 2 ou 3 estaçoes ainda conserva seus trilhos mesmo com muita dificuldade.esse é o retrato desse pais.até mais marcelo bom final de semana.de marcos silva.

  4. 02/12/15 às 14:08
    Bruno:

    Lembro de quando eu era criança e ia á Mongaguá. Eu gostava de ver os trens passando pelos cruzamentos. Ouvia o apito dele do outro lado da rodovia, onde ficava a casa de praia do meu avô, e corria para fora para vê-lo passar.
    Lembro também que da torre de TV e rádio de Mongaguá, que fica no alto de um morro, eu ví o último trem de passageiro.
    Boas recordações!

Deixe seu Comentário