10/11/11

MACUCO

DATA DA EXPEDIÇÃO: 12.10.2011
DESTINO: Estação Macuco
LOCALIZAÇÃO: Município Pitangueiras – SP
COORDENADAS: 21°6’26.0183”S 48°10’44.9882”W
TRILHOS NO LOCAL: Sim (sem uso)
ANO DA CONSTRUÇÃO: 1903
CONSTRUÇÃO: Companhia Paulista de Estradas de Ferro
STATUS DO PRÉDIO: Demolido
EQUIPE DE VIAGEM: Marcelo Tomaz e Daniel Franc

O FILME:

RESUMO DA EXPEDIÇÃO:
Macuco é hoje somente um amontoado de entulho. Da estação original da Companhia Paulista, restaram somente uma parte da plataforma e os trilhos, hoje já sem nenhuma utilidade, pois por lá não circulam trens há pelo menos uns 10 anos. De Macuco, ressalto o seu entorno, embora quando estivemos lá, haviam acabado de atear fogo nos canaviais, o que acabou por queimar tudo a sua volta. Belas pontes de ferro, com estilos arquitetônicos variados, matas de bambu que invadem o leito da linha e pequenos riachos compõem o cenário atual. Acompanhar o leito da linha foi uma aventura muito interessante, encontramos gente simples, pequenos animais, um calor escaldante, uma estrada de terra batida relativamente boa e claro, muita poeira. Para quem quiser se aventurar, eu indico partir da estação Passagem e ir seguindo ao lado da velha linha, vale muito a pena, o trajeto não requer um 4×4, mas também não é dos mais confortáveis. Ideal para secar a garganta para uma cerveja gelada depois.

FOTOS DO LOCAL:

MAPA DO LOCAL:

POSTER DA ESTAÇÃO:
A cada estação visitada, seleciono uma imagem que julgo melhor refletir a expedição e a transformo num poster, unindo texto e imagem numa combinação de apelo bastante visual.

ILUSTRAÇÃO DO LOCAL:
Tendo como base as imagens reais de cada local colhidas pelo Projeto Estações Brasileiras, eu desenvolvo uma ilustração que retrate emocionalmente o espírito de cada estação/parada, ou mesmo do seu entorno, no caso de já não existirem mais. A intenção é que sirva de estímulo para a interpretação crítica de cada um, seja de forma positiva, negativa, carregada de saudosismo, ou mesmo de forma contemplativa apenas. Espero que curtam.

POST ABERTO À COLABORAÇÃO:
A partir da publicação de cada post inicial pelo autor, fica aberto aos colaboradores e interessados, o envio de materiais para mantermos atualizadas as informações sobre cada estação. Este site tem como principal objetivo resgatar através imagens, vídeos e textos um pouco da história ferroviária do país. Todo o conteúdo de cada post inicial é original e produzido pelo próprio autor e sua equipe de viagem, visando contribuir de fato, para o crescimento do acervo de informações sobre cada estação, sua história e seus personagens.

Conteúdos Relacionados:

11Comentários

  1. 13/12/11 às 23:13
    Daniel:

    Fico imaginando como acharíamos esta estação sem a tecnologia de hoje………(google maps)…….kkk, seria quase impossível.

  2. 23/08/13 às 2:57
    marcos antonio silva.:

    já se passou 110 anos desté a sua construção destá imensa ferrovia que aqui vemos nesse documéntários ao longo destá reportagens quanto se gastou para sua construção é o que parece tudo jogado forá com mais um descaso com nossas ferrovias para onde vai esses trilhos ligando o que pelo jéito a lugar nenhúm como podemos ver novamente o que esperámos desses governo que não importá com essa riquezas que no passado foi motivó de glória é orgulho para tantos trabalhadores ao longo de sua história. o que podemos ver novamente que a sua frente existe uma plantação de bambu que a própria natureza está seguido seu rumo sobre esses trilho já não existe fotos da estação para falar o que era no passado motivo de alegria de tantos que ali trafegaram nessa região.hojé quem viveu nestá epóca sente saudades.abs.

  3. 23/08/13 às 4:03
    marcos antonio silva.:

    já sé passou 110 anos desté a sua construção como podemos ver nessa reportagens.ao longo de nossas ferrovias.tudo construido com tantos esforço é dedicação nesse segmento sobre nossa ferrovia ao que parece tudo foi largado a própria sorte no decorrer dos anos de sua ativação.para onde vai esses trilhos é que o esperá do outro lado.o que vemos mais uma vez é que a própria natureza já está retomando o que lhe foi tirado lá trás desté sua construção tanto envestimento nesse setor para nada quanto se gastou na epóca desté asua construção.olhando para essa emencidão de trilhos abandonado a própria sorte será que não tem ninguém que está vendo tantos descasos com nossas ferrovias ou mais uma vez estão fechando os olhos para mais um descaso.a estaçõa o que podemos também ver nessa reportagens não existé mais a plataforma está completamente destruidas com o passar dos anos é ninguém nunca se preocupou em preserva esté patrimonio histórico.que foi construido com tanto esforço por esses bravos ferroviarios daquela epóca.é mais uma vez o que podemos ver é ferrovias totalmente abandonadas a própria sorte.sem nenhum cuidado com o passar dos anos alquém para fins lucrátivo vão retirar esses trilho sem ninguém percebe por que não existé controle do governo pelo aquilo que ele tem em suas mãos.tudo é descaso com essa ferrovia aqui estámos vendo.abs marcelo.

  4. 24/08/13 às 23:50
    marcos antonio silva.:

    quanto tempo levou para a construção destá longa ferrovia.quanto tempo ficou em atividade nestá região.quais os mótivos de sua desátivação ao longo de sua história.quais interreses jogar todo transporte que hávia na epóca nessa ferrovia para as rodovias para fins lucrátivos como pedágios ao longo de seus trájetos.como não se pode cobra pedágios em ferrovias a melhor opção é desátivar tudo que um dia foi motivó de orgulho é gloria para aqueles que deram suas vidas em toda essa construção.abs marcelo estou esperando novas postagens sobre o que foi nossa ferrovia é como está hojé as que sobreviveu ao longo de tantos descaso é impunidade.abs.

  5. 20/12/13 às 0:24
    andre:

    estas estações mesmo abandonadas ,acabam sendo lugares encantados e emocionantes de se visitar ,falo isso por que já fui em varias estações abandonadas

  6. 14/01/14 às 16:14
    Ka:

    Coloquem a função RSS no site.

  7. 02/11/14 às 23:12
    marcos antonio silva:

    aqui ja se passou 111 anos desde sua construção ou que seja sua desativação por completo nesse ramal para onde foi a luta de muitos para se levar tantos sonhos a diversos lugares que magiava seus caminhos de trilhos para onde foi o segmento de se locomover atraves dessa maravilha que hoje nada restou de sua vida util no transporte na sua vida em prosseguir levando sonhos e esperanças a tantas regiões desse imenso estado que nunca de verdade se preocupou em preserva a verdadeira historias de nossas ferrovias por onde existiu vidas e sonho de muitos ate breve Marcelo.

  8. 13/04/15 às 2:47
    marcos antonio silva:

    aqui a velha estação ja não existe mais os kilometros de linha ferrea ainda sim deste a ultima reportagens sobre o tema estaçõesbrasileiras quanto foi gasto para sua construção deste ramal lingando quais municipios o que levava naquela epoca de prosperidade que tudo era transportado sobre trilhos aqui tudo foi abandonado por completo como estara hoje a ferrovia macuco em 2015 desse jeito com seus trilhso trilhos deste a primeira reportagens ou tudo foi retirado como as outras que esta aqui nesse tema estaçõesbrasileiras a verdadeira historia sobre o que foi as nossas ferrovia de um passado glorioso ricos em todos os sentidos que tudo isso acabou com sua desativações nos tempo de hoje saudade e historia não existe para quem atua nessas logisticas que hoje opera em nosso estado e pais o sonho de muitas se acabou por completo esse e o fim de muitas dessas ferrovias que vemos aqui adeus ferrovia macuco como estara voce hoje em 2015 existe ou não abs.

  9. 20/04/15 às 0:04
    marcos antonio silva:

    pais que pouco se importa com esse meio de transporte sobre trilhos quantos na verdade foi apagado para não mostrar o tamanho do descasos com esse transporte que nesse pais chamado brasil não tem lugar e facil desativar o caminho de trilhos e transportar tudo atraves das rodovias com seus pedagios altos a cada kilometro de rodovia ha um pedagios para se ganhar por kilometros rodados enquanto nas ferrovias isso não existe aqui esta a pura questão em desativar esse transporte sobre trilhos e preferiveu deixar o tempo apaga cada historia que foi construida com tantas lutas de muitos do que reativar esse caminhos que em muitos lugares ainda existe em outros foram varidos para sempre com a mentira que não tinha fluxo de passageiros para se manter viva em diversas regões aonde exitiu a estrada de ferro que nos dias atuais em muitos lugares essa magia nem se quer existe mais simplesmente foram removidos foram apagadas para não se levar nada atraves desse caminho chamado estrada de ferro aonde podia se chegar não importando os obstaculos em sua frente esse e o tamanho descasos com esse meio de transporte sobre trilhos e preferivel se transportar nas rodovias do que nas ferrovias aqui esta a verdade desse tamanho descasos sobre trilhos abs

  10. 29/02/16 às 18:52
    marcos antonio silva:

    hoje em 2016 não existe politicas em se transportar atraves das linhas ferroviarias hoje o que vemos são trafegos de muitos caminhões levando o que o nosso pais ainda produz mesmo com pouca produção nas industrias mais o que falar das ferrovias que no passado foi o elo de crescimento de muitos lugares levando suas riquezas atraves desses caminhos de trilhos que existia hoje nesse periodo não existe politica em recupera de fato o que foi o que ainda exista nesse segmento valeu marcelo mais uma vez nessa historia abs de marcos silva.

  11. 06/03/16 às 22:30
    marcos antonio silva:

    ola marcelo quantos kilometros de trilhos abandonados no meio do nada isso e o nosso pais chamado brasil como seria se tudo isso estive-se funcionando deste o seu primeiro dia de inauguração este e mais um comentario neste segmento chamado estrada de ferro para onde foi para onde vai abs marcelo de marcos silva carapicuiba sp.

Deixe seu Comentário