24/02/14

ITIRAPINA NOVA

DATA DA EXPEDIÇÃO: 24.04.2013
DESTINO: Estação Itirapina Nova
LOCALIZAÇÃO: Município Itirapina – SP
COORDENADAS: 22°15’17″S 47°49’00″W
TRILHOS NO LOCAL: Sim, em pleno uso
ANO DA CONSTRUÇÃO: 1916
CONSTRUÇÃO: Companhia Paulista de Estradas de Ferro
STATUS DO PRÉDIO: Em pé, fechado, cercado e abandonado
EQUIPE DE VIAGEM: Marcelo Tomaz, Alexandre Zeri e Amarildo Lopez

O FILME:

RESUMO DA EXPEDIÇÃO:
A estação de Itirapina Nova é um imenso pátio semi-abandonado, que fica próximo ao cemitério e ao distrito industrial da cidade. E pensar que um dia, aquilo tudo foi uma pujante e pulsante estrutura ferroviária da nova linha-tronco da Companhia Paulista?  Itirapina significa “Morro Pelado” em Tupi-Guarani, uma referência a um morro próximo ao município. Andamos pelo local, aonde trens desativados repousam (?), e aguardam apenas o seu desmanche, visto o estado de abandono que encontram-se. Por lá, tudo é triste e a sensação é a pior, de descaso e inutilidade. Como a linha ainda está ativa para cargas, havia uma composição parada por lá, provavelmente aguardando algum cruzamento, o que dificultou um pouco o nosso acesso ao prédio. Pulamos alguns engates até que chegamos a ela, o que infelizmente só fez aumentar o sentimento de angústia que já imaginávamos que iríamos sentir. Tudo lá está abandonado, cacos de telhas espalhados pelo chão, apenas os esqueletos da estrutura de cobertura da plataforma ainda resistem, em ambos os lados das plataformas (há duas por lá), o nome “Ityrapina” na frente do hall de entrada da estação, ainda legível e com certo charme, vai levando a missão de identificar aquele lugar para os menos atentos. A caixa-d’água ainda está lá, mas não consegui saber se ainda funciona, a cabine de controle também, porém nitidamente em ruínas, completam o cenário. O mal cheiro era um capítulo à parte. É uma tristeza encontrar aquele complexo naquele estado, mas o que eu, um simples e mero mortal posso fazer, além do que já faço, que é alertá-los acerca destes desperdícios, desmandos, desacertos… ou seriam apenas os sinais do progresso frio e pragmático? De lá, paramos num simpático botequinho no centro, para uma cerveja extremamente gelada a fim de aplacar o calor escaldante e assim, seguirmos para localizar a estação Estrela, o que fica para uma próxima.

FOTOS DO LOCAL:

MAPA DO LOCAL:

POSTER DA ESTAÇÃO:
A cada estação visitada, seleciono uma imagem que julgo melhor refletir a expedição e a transformo num poster, unindo texto e imagem numa combinação de apelo bastante visual.
POSTER ITIRAPINA NOVA

POST ABERTO À COLABORAÇÃO:
A partir da publicação de cada post inicial pelo autor, fica aberto aos colaboradores e interessados, o envio de materiais para mantermos atualizadas as informações sobre cada estação. Este site tem como principal objetivo resgatar através imagens, vídeos e textos um pouco da história ferroviária do país. Todo o conteúdo de cada post inicial é original e produzido pelo próprio autor e sua equipe de viagem, visando contribuir de fato, para o crescimento do acervo de informações sobre cada estação, sua história e seus personagens.

Conteúdos Relacionados:

11Comentários

  1. 27/03/14 às 7:30
    marcos antonio silva:

    qual o significado da palavra ferrovias nos tempos de hoje. para muito não vale nada. principalmente nessas empresas que atuam nesse segmento. afinal porque mais uma vez de tanto descasos é de tanto abandonos nessas construções que tanto contribui no surgimento de tantos lugares de nossos interior chamado são paulo.esse é o respeito desse patrimonio desse transporté que pede socorro há muito tempo. é ninguém faz nada para resgatar o pouco que restá de várias historias de várias chegadas ao seu destino.trazendo alegria sonhos é principalmente a esperança de varios municipios que depositaram a confiança nesse transporte chamado ferrovia. afinal de quem é a culpa dessa situação que estamos vendo ao longo de tantas reportagens nesse setor.enquanto isso muitas ferrovias juntamente com várias estações estão desaparecendo por completo. deixa de transportá passageiros . para se transportá um pequeno volume de cargas através desses trilhos sem manutenção é mais muitos dessas ferrovias que chegava a tantos lugares desse nosso estado hojé ném se quer existe mais. o que foi desativado ficou esquecido abandonado sem manutenção. ou simplesmente foram arrancados por completo. qual o significado de tantas desativações ao longo de sua existencias.a verdade é simples transportá por rodovias se ganha muito ao longo de seus trajetos.é simplemente se livra de várias operações como manutenção nesse segmento chamado ferrovias. mais esse é o retrato de um passado magestosso de vitorias com grande orgulho pelos ferroviarioes que aqui atuaram. olhando bém nessa estações juntamente com sua ferrovia o que vemos são abandonos com esse patrimonio que tanto levou para ser construido no tempo sem tecnologia. tudo feito brasal pelos antigos ferroviarios que contruirão com tanta dedicação.esse patrimonio que estamos vendo nessa situação de total abandono é descaso. esse mais uma vez é o retrato desse transporté chamado ferrovias. que aqui chegou com nossos pioneiros trazendo esperança sonhos alegrias o progresso para tantas regiões. mais com o passar dos anos está nessa situção que estámos vendo. será que existe ainda esperança nesse setor ou não. abs marcelo de marcos silva.

  2. 29/03/14 às 4:29
    marcos antonio silva:

    hojé as nossas ferrovias estão sendo lápidada por completo em todos os quisitos por falta de expectativa de tempos de hojé. basta olhar algum tempo atrás para ver como erá as nossas ferrovias transportando passageiros para inumeros lugares de nossas regiões. levando progresso acima de tudo não importando as condições climáticas é ném as dificuldades naquelá epóca não muito distantes. tempos que as nossas ferrovias erá muito bém aproveitada em todos os quisitos. mais com o passar dos anos tudo isso que foi motivo de orgulho foi sendo desátivado ou sendo arrancado por completo para dar lugar a outro segmento que em muitas vezes não tém muita utilidade para muitos morádores . destá regiões que ficaram sem esse meio de transporté chamado ferrovias. essa é a história de um passado de lutá para se levar a riqueza de nossos estado é pais. mais infelismente veio as privatizações é todo aquele passado de glória é luta de nosso bravos ferroviarios ficou para trás em total esquecimento pelo poder público. hojé eu vejó as nossas ferrovias como se fosse uma semente se voce não regar para crecer é desenvolver ela morre é não sobrevive com tantas dificuldade em sua voltá. exemplos faltá de investimentos falta de conservação naquilo que existé mesmo com toda suas dificuldades para se mantér em pé mesmo que sejá em ruinas mais mesmo assim mostrá o passado desté lugar com a chegada de nossas ferrovias vidas em sua voltá crecemento da população o progresso que veio através de nossas ferrovias mais hojé o que vemos são retratos de um passado cheio de histórias de alegrias sonhos é esperança que com tudo isso acabou com suas desátivações por onde existiu a tão sonhada ferrovias. lugar que ficou esquecido vilárejos que desápareceu por completo. dessa ferrovias nos tempos de hojé o que vemos em muitas delas são o total descasos com esse patrimonio chamado ferrovias orgulho de um passado magestosso. nos tempos de hojé tristeza é revoltá a escuridão tomou conta de tudo aquilo que foi vidas é sonhos. nada restou para se conta em muitas delas a vinda é idá de cada trém naquele exáto momento trazendo em muitas delas a esperança o sorrisso de quem atuva em diversas regiões de nossos estádo. estado esse por sinal deveria conserva esse patrimonio. mais como é brasil se investé naquilo que for de seu interresse. exemplos maior nesses estádio de futebol para a copa do mundo.passado pouco importá para eles na conservação é na atividades de cada ferrovias que aqui foi construidas. de um sonho que durrou muito pouco tempo de vidas em diversas localidades por onde existiu a tão sonhada ferrovias. esse mais uma vez é o retrato de hojé com esse patrimonio. abs marcelo fica com deus de marcos silva.

  3. 06/04/14 às 15:24
    marcos antonio silva.:

    hoje em 2014 os tempos são outros muita tecnologia para o desenvolvimento de diversos produtos.mais com o passado chamado ferrovias ficou apenas na saudades de quem viveu esses tempos que infelismente não volta mais. ou ate mesmo de quem contribui com surgimento de diversos lugares que dependiam desse transporte chamado mais uma vez de ferrovias.a historia de muitas delas se confunde com a historias de muitas cidades que ficavam em suas volta. cidades essas com as desativaçoes de nossas ferrovias tambem desapareceram ou ficaram sem o seu principal meio de transporte. mais para os nossos governantes isso pouco importa. o que para eles sao lucros em outros segmentos como rodovias com seus pedagios em seu percursos. esse e a verdadeira realidade de nossas ferrovias nos tempos de hoje. pouco investimento nesse setor que tanto contribui no desenvolvimento desse imenso estado chamado sao paulo. hoje mais uma vez o passado e apenas saudade de uma historia de lutas e sonhos. que com o passar dos anos vai se acabando por completo.essa e a verdadeira historia de nossas ferrovias. muito poderia ser feito para aproveitar em outros segmento como transporte turisticos em diversas regioes por onde existiu ou ainda exista a tao sonhada ferrovias esquecida e mais abandonadas no meio do nada em sua volta em seu percusrso por onde travegou tantos trens trazendo progressos sonhos e historias desse transporte chamado ferrovias. sera que existe ainda esperança nesse segmento ou nao a historia se confunde com o tempo de muitas delas na suas construçoes e no seu tempo de sobrevivencia em quanto durou a sua colaboraçao em diversas regioes de nosso estado chamado sao paulo um estado que nao importa com seu passado e um estado sem respeito com seu proprio povo vindo de dirvesos lugares e paises nesse segmento chamado ferrovias. ate mais marcelo fica com deus e otimo final de semana de marcso silva.

  4. 02/06/14 às 23:58
    marcos antonio silva:

    e difícil acreditar que nossas ferrovias que foi fruto de um desenvolvimento criado com tanto esforço pelo nosso barrão de mauã esteja nessa situação que estamos vendo nos dias de hoje enquanto tudo era transportado pelas nossas ferrovias estava em plena armonia homem e maquina depois que nossos governantes privatizou toda malha ferroviária e isso que estamos vendo nos dias atuais descasos total abandono pelas empresas que ganharam a concessão de atua nessas ferrovias que foi construídas para transportar pessoas em todas direções e regiões mais não e isso que estamos vendo bastou assinar o contrato por um longo período que tudo aquilo que foi construído com tanto esforço pelos nossos ferroviários e seus colaboradores ficar nessa situação construções de nossas estações juntamente com nossa malha ferroviária ficar abandonada por falta de investimento ou simplesmente deixar acabar um passado glorioso de tanto trabalho dias e noites por quanto durou essas construções governos e empresas são culpados desses descasos que estamos vendo no tema estaçõesbrasileiras enquanto alguns países vizinhos nossos investe nesse segmento chamado ferrovias o nosso deixar ficar nessa situação que estamos vendo e difícil Marcelo ver que o passado que foi construído para levar desenvolvimento para varias regiões chamada ferrovias esteja nessa situação de abandono descasos ou simplesmente mais uma vez de um patrimônio sendo lapidado por completo por empresas que so querem ganhar muito naquilo que já existia antes das suas privatizações esse e o retrato de nossas malhas ferroviárias em todo brasil um pais que entregue seu patrimônio para terceiro e um pais que não tem respeito assim mesmo com seu passado chamado ferrovias que aqui chegou para trazer sonhos e desenvolvimento para muitos hoje as velhas locomotivas que passaram por muitas dessas regiões aonde existiu a tão sonhada ferrovias nem se quer existe mais esse e o respeito esse e o retrato esse e o descaso esse e desrespeito por tudo aquilo que foi criado chamado ferrovias Marcelo fica com deus aonde você estiver de marcos silva

  5. 10/06/14 às 0:17
    marcos antonio silva:

    por onde trilhou as velhas locomotivas a vapor hoje não restaram nada apenas algumas marcas deixadas pelo homem para lembrar um passado majestoso de tantas lutas de tanto esforço dedicado a esse transporte que vem sendo transformado em sucatas por varias regiões de nosso estado e pais isso e uma vergonha em nosso estado que nossos governos do passado e presente deixe esse meio de transporte que trouxe tanto desenvolvimento por onde passou as velhas locomotivas chegar nesse ponto de total abandono e descasos esse não deveria ser o retrato desse meio de transporte chamado ferrovias ficar no esquecimento em tanto lugares por onde levou alegrias e sonhos para tantas pessoas dessas regiões que estamos vendo nessas reportagens abandonos fazem parte de nossos políticos com a historia desse passado chamado ferrovias lutas e glorias e historias isso ficou no passado de quem viveu esse momento inesquecível das velhas locomotivas a vapor cortando seu caminho deixando seu rastro em varias regiões que hoje esta sem vida sem esperança de reaver o sonho de muitos que contribuiu nesse projeto que aqui chegou que aqui acabou por falta de resgata essa memoria gloriosa desse passado majestoso que se chama ferrovias por onde trilhou ate mais Marcelo fica com deus .

  6. 15/06/14 às 3:55
    marcos antonio silva:

    por onde trilhou as velhas locomotivas por onde existiu as sonhadas ferrovias hoje só existe silencio em tantos lugares por onde transitou vidas e sonhos de muitos passageiros e ferroviários que contribuiu nesse segmento chamado ferrovias hoje em muitos lugares nesse momento só existe escuridão em diversas estaçoes a escuridão que apagou o brilho desse transporte charmoso numa época não muito distante a escuridão e o silencio quem fez não foi o tempo mais sim os nossos políticos que nunca se preocupou com esse passado de tantas lutas e glorias desses bravos ferroviários e seus colaboradores. ate mais Marcelo fica com deus.

  7. 19/07/14 às 19:29
    marcos antonio silva:

    aqui um exemplo da realidade dessas construções que tanto contribuiu nessa região no chamado ferrovias a estação Itirapina e um grande descaso na sua conservação o que vemos nessa reportagens e uma estação totalmente destruída não na ação do tempo mais sim do homem que não se importa com o passado dessa e de mais outras ferrovias ao longo de suas construções hoje em 2014 o passado de muitas ferrovias por onde existiu ou ainda exista esta nessa situação que vemos em grandes reportagens no tema estaçoesbrasileiras. aqui exemplo de descasos e abandonos por parte de nossos governantes que não importa com esse passado de tantas lutas e glorias ate mais Marcelo fica com deus.

  8. 28/10/14 às 22:38
    marcos antonio silva:

    aqui ainda ha seus trilhos em movimentos nessa empresa logisticas que não fazem nada na conservação desta estação de Itirapina Nova nesta região o que vemos em muitas outras e a mesma coisa desta empresa nada se faz para se resgata a historia dessas construções que juntamente com sua ferrovia houve muito progresso no passado não muito distante hoje como a maioria de nossas ferrovias esta nas mãos desta empresas que aqui vemos esta nessa situação de total abandono em nosso estado e pais esse e o respeito dessas empresas com esse patrimonio de tantas lutas e conquista por tanto colaborados nesse transporte sobre trilhos abs.

  9. 26/04/15 às 23:05
    marcos antonio silva:

    aqui um exemplo de descasos com a historia de nossas ferrovias a estação itirapina nova de nova não tem nada simplesmente esta nesta condições de total abandono por estas empresas que operam nesses ramais que foram construidas não por eles mais sim num passado de tantas conquista que atraves dos tempos tudo foi se apagando por completo tanto na sua conservação tanto no transporte de passageiros hoje em 2015 a historia de muitas se resume atraves das estaçõesbrasileiras aqui sim esta a verdadeira historia ferroviaria que eles tentaram esconder por muitos anos de abandonos desses governos juntos com essas logisticas que hoje atuam em diversas regiões desse estado e pais que jamais se preocupou em preservar a historia de muitos que deram sua contribuição nesse segmento estrada de ferro sonho que se passou para muitas esse e o verdadeiro descasos com nossas ferrovias abs marcelo

  10. 25/09/15 às 20:05
    Celia Amaral de Assis Moura:

    Marcos Eu nasci em Itirapina. Meu pai era chefe dos Armazéns Reguladores de Café. Fiquei desolada com a situação que está a estação. Mostra bem o descaso com que são tratadas as coisas do nosso país. Parabéns pelo seu trabalho.

  11. 26/09/15 às 1:02
    marcelo:

    Muito obrigado Celia!

Deixe seu Comentário