20/08/14

ITAHUM

DATA DA EXPEDIÇÃO: 20.04.2014
DESTINO: Estação Itahum
LOCALIZAÇÃO: Município Dourados – MS
COORDENADAS: 22°05’10.4″S 55°21’15.8″W
TRILHOS NO LOCAL: Sim, apenas alguns trechos
ANO DA CONSTRUÇÃO: 1949
CONSTRUÇÃO: Estrada de Ferro Noroeste do Brasil
STATUS DO PRÉDIO: Em pé, mal conservado e servindo parcialmente como moradia
EQUIPE DE VIAGEM: Marcelo Tomaz, Jeferson Tomaz Querino e Gilton Marques

O FILME:

RESUMO DA EXPEDIÇÃO:
Estive na estação Itahum juntamente com o meu sobrinho Jeferson e com o meu “primo” Gilton, vindos de Maracaju pelo Ramal de Ponta Porã. Itahum foi inaugurada em 1949 e hoje encontra-se tombada pelo patrimônio histórico municipal de Dourados – MS, e pelo que vimos, pouco se fez para mantê-la em um estado de conservação aceitável, na verdade, é bem provável que a colocação da placa de tombamento na entrada da estação tenha sido a única medida efetivamente tomada. Itahum já foi a ponta do Ramal de Ponta Porã, que vinha de Campo Grande, passando por Maracaju e seguindo até a fronteira com o Paraguai, tendo o seu ponto final em Ponta Porã. Por Itahum, passaram trens de passageiros até meados de 1996 e os cargueiros perduraram até 2002, mas agora, está tudo num abandono só. Andamos por todo o local, vimos o prédio ainda com dísticos legíveis, sua plataforma, a caixa-d’água pouco a frente, o pátio, o guichê de venda de bilhetes, mas nem sinal das lousas e das placas de quilometragem e altitude. O telhado do prédio está desabando, e ao que parece, o fato dele estar ainda lá, é mera questão de tempo. No anexo da estação, mora uma família que nada sabia a respeito do local, a não ser a obviedade de que trata-se de uma antiga estação de trem. Pouco à frente existem algumas casas, que provavelmente eram relacionadas a ferrovia e 1 ou 2 vagões abandonados, tomados pelo mato. Itahum (ou Itaú) significa Pedra Preta em Tupi-Guarani. De lá, seguimos viagem rumo a Ponta Porã…

PANORÂMICAS DA ESTAÇÃO:
Com o compromisso de oferecer o máximo de detalhes que puder colher em cada local visitado, agora disponibilizo também imagens panorâmicas, para que tenham a sensação não só da estação, como também do seu entorno, espero que curtam.

PANORAMICA_ITAHUM02

Plataforma de Itahum.

PANORAMICA_ITAHUM01

Entrada de Itahum.

FOTOS DO LOCAL:


MAPA DO LOCAL:

POSTER DA ESTAÇÃO:
A cada estação visitada, seleciono uma imagem que julgo melhor refletir a expedição e a transformo num poster, unindo texto e imagem numa combinação de apelo bastante visual.
POSTER ITAHUM

POST ABERTO À COLABORAÇÃO:
A partir da publicação de cada post inicial pelo autor, fica aberto aos colaboradores e interessados, o envio de materiais para mantermos atualizadas as informações sobre cada estação. Este site tem como principal objetivo resgatar através imagens, vídeos e textos um pouco da história ferroviária do país. Todo o conteúdo de cada post inicial é original e produzido pelo próprio autor e sua equipe de viagem, visando contribuir de fato, para o crescimento do acervo de informações sobre cada estação, sua história e seus personagens.

Conteúdos Relacionados:

5Comentários

  1. 22/08/14 às 19:16
    marcos antonio silva:

    aqui o que restou de um tempo que nunca mais vai volta desta antiga estação itahum o que possamos ver nesse documentários são grandes descasos com esse patrimônio que por sinal foi tombado pelo patrimônio histórico de dourados que tombamento e esse com essas construções da velha ferrovia que nem ser quer existe mais nos tempos de hoje para onde foi investido o dinheiro para recuperar a historia desse transporte que vem sendo lapidados por diversas regiões de nosso pais mesmo sendo antigas estaçoes juntamente com suas ferrovias deveriam ter respeito com seu passado e sua historia em quanto durou suas atividades nesse segmento sobre trilhos que lei e essa 2089 de11 setembro de 1996 que fica so nessa placa esses são nossos políticos em preserva o passado em diversos ponto turístico de nosso pais passado e presente não existe em seus vocabulários na hora de ganhar os nossos votos como eleitor ate mais Marcelo não desista de seus sonhos mesmo enfrentando todos obstáculos em sua frente.

  2. 30/08/14 às 0:26
    marcos antonio silva:

    e Marcelo em suas grandes reportagens de nossas ferrovias que faziam parte de vários ramais de nossos interior ou de outros estados esse e o retrato de grandes abandonos desativação por completo nada e preservado para outros fins como citei em outros comentários o nosso pais não importa com esse passado de tantas glorias que levou tanto progresso através da malha ferroviária a diversas regiões que infelizmente hoje muitas regiões e municípios sente saudades desse tempo que não volta mais o nosso pais perdeu um grande volume em malha ferroviária como se pode perder para países como argentina estados unidos chile e tantos outros que preservam a suas malhas ferroviárias custe o que custa mais nosso brasil e diferente com seu passado no segmento sobre trilhos tudo e construído com tanto esforços de muitos e ao mesmo tempo tudo e removido e abandonados e descartado como lixo um pais sem trilhos e como sem destinos que não chega a lugar nenhum esse e o brasil ate mais marcelo

  3. 30/08/14 às 19:36
    marcos antonio silva:

    quantos quilômetros de malha ferroviária o nosso estado de são Paulo perdeu ao longos dos anos sem se preocupa com a população que utilizava esse meio de transporte em nossos interior e capital e litoral para se locomove com rapidez e economia hoje em 2014 tudo e feito através das rodovias os grandes desafios de se chegar ao seu destinos através da malha ferroviária tudo isso ficou no passado e triste de ver nessas reportagens o que foi de nossas ferrovias no tempo que se apagou com suas desativações a medida que os governos tiraram suas responsabilidades em conserva esse patrimônio que trouxe tantas riquezas a diversas regiões e municípios em nosso estado hoje tudo isso acabou com suas privatizações ao longo dos anos que se passaram a magia em se locomove através dessa maravilha sobre trilhos acabou o encanto em chega ao litoral através da ferrovia tudo isso ficou no passado não muito distante esse e o retrato das ferrovias em são Paulo e interior tudo acabou por mero caprichos de governos não investe nesse segmento sobre trilhos ate mais marcelo

  4. 08/10/14 às 1:32
    marcos antonio silva:

    aqui mesmo com proteção da prefeitura e dos estado no patrimonio historico dessa região por onde existiu o segmento chamado ferrovias que na realidade nem se quer existe mais a historia de seu passado aos poucos esta nessa situação de total abandono e grandes descaso com essa arquitetura de tantos esforços de tanto colaboradores de um passado que se empenhou nesse transporte sobre trilhos que nos dias de hoje essa e a realidade que estamos vendo nessa reportagens e no tema estaçõesbrasileiras pouco se faz para preservar a historia de muitos que aqui deixou seus esforços nesse transporte sobre trilhos como vai ser nos futuros em outras gerações em mostrar o que foi de um passado magestosso no chamado ferrovias e locomotivas a vapor e a dissel que tudo se acabou por falta de interesse de nosso governantes nessepais sem cultura e historia sobre trilhos abs

  5. 13/03/16 às 2:32
    marcos antonio silva:

    aqui mais um descaso com o dinheiro publico de um passado que jamais voltara a ser reativado para muitos e facil desativar ou inves de conservar para outros fins com por exemplo passeios turisticos por diversas regiões por onde transitou as velhas locomotivas onde muitos se conheceram de um passado que jamais voltara abs marcelo de marcos silva carapicuiba sp

Deixe seu Comentário