02/06/12

IPAÚNA

DATA DA EXPEDIÇÃO: 03.12.2011
DESTINO: Estação Ipaúna
LOCALIZAÇÃO: Município Serra Azul – SP
COORDENADAS: 21°14’12.01″S 47°32’28.41″W
TRILHOS NO LOCAL: Não
ANO DA CONSTRUÇÃO: 1907
CONSTRUÇÃO: Estrada de Ferro São Paulo e Minas
STATUS DO PRÉDIO: Demolido, restou somente a caixa-d’água
EQUIPE DE VIAGEM: Marcelo Tomaz, José Antonio Thomaz e Vinicius Costa

O FILME:

RESUMO DA EXPEDIÇÃO:
Todos os mais velhos do local se referiram a ela como Serrinha, mas o nome que a acompanhou até os seus dias finais foi Ipaúna. Como uma estação de entroncamento da E.F.S.P.M. que foi, a área que ela ocupava era grande, estivemos lá, andamos pelo local, buscamos informações com os moradores, mas a maioria deles (residentes ao redor do local da antiga estação) nada sabia a respeito de Ipaúna, Serrinha ou qualquer outro nome que possa ter sido dado à aquela estação. Hoje existem uma igreja envangélica, uma escola e um galpão no local onde se encontrava o prédio de Ipaúna, as marcas do antigo leito, se procuradas cuidadosamente por debaixo do mato, ainda devem estar por lá, mas nada restou de fato, a não ser a antiga caixa-d’água, que sinceramente, não fosse por ela, jamais diríamos que em algum momento, existiu estação ferroviária por lá. Bem, de lá fomo tomar nosso café da manhã típico, em algum lugar antigo da cidade, que além de matar nossa fome, também pudesse nos render bons “causos”…

FOTOS DO LOCAL:

MAPA DO LOCAL:

POSTER DA ESTAÇÃO:
A cada estação visitada, seleciono uma imagem que julgo melhor refletir a expedição e a transformo num poster, unindo texto e imagem numa combinação de apelo bastante visual.

POST ABERTO À COLABORAÇÃO:
A partir da publicação de cada post inicial pelo autor, fica aberto aos colaboradores e interessados, o envio de materiais para mantermos atualizadas as informações sobre cada estação. Este site tem como principal objetivo resgatar através imagens, vídeos e textos um pouco da história ferroviária do país. Todo o conteúdo de cada post inicial é original e produzido pelo próprio autor e sua equipe de viagem, visando contribuir de fato, para o crescimento do acervo de informações sobre cada estação, sua história e seus personagens.

Conteúdos Relacionados:

1Comentários

  1. 17/08/13 às 8:03
    marcos antonio silva.:

    o que fala destá que não restou absolutamente nada contar a sua história do passado até mesmo seus moradores ném conheceram a velha estação juntamente com sua ferrovia de longa distáncia apenas a velha caixa-d água que ainda resiste com o passar dos anos.porque de tantas desativações de longo percurso qual a real explicações desses governos são paulo e minas gerais.abs

Deixe seu Comentário