07/11/14

GUARANTÃ

DATA DA EXPEDIÇÃO: 17.04.14
DESTINO: Estação Guarantã
LOCALIZAÇÃO: Município Guarantã – SP
COORDENADAS: 21°53’58″S 49°35’20″W
TRILHOS NO LOCAL: Sim, em pleno uso
ANO DA CONSTRUÇÃO: 1920
CONSTRUÇÃO: Estrada de Ferro Noroeste do Brasil
STATUS DO PRÉDIO: Em pé, servindo como escritório e posto de manutenção da concessionária do trecho
EQUIPE DE VIAGEM: Marcelo Tomaz, Claudinéia de Marchi, Carolina Rodrigues Tomaz e Jeferson Tomaz Querino

O FILME:

RESUMO DA EXPEDIÇÃO:
Guarantã em Tupi significa “madeira dura” e é também o nome desta estação da Estrada de Ferro Noroeste do Brasil (NOB), que não só batizou a pequena cidade, como também a fez nascer. Na estação, encontrei pessoas morando na parte de trás da plataforma, na face voltada para a rua, enquanto um escritório da concessionária do trecho ocupava a parte da plataforma. Andei por lá, vi tudo com cuidado, seus frontões, dísticos legíveis, a plataforma, as linhas, uma casa que provavelmente era do chefe da estação, com uma “garagem” ao lado, aonde estava estacionada uma máquina de manutenção férrea, que não sei para qual finalidade específica ela serve, a caixa-d’água, o amplo recuo de calçamento basáltico que serve de estacionamento na frente do prédio, as placas, enfim, quase tudo estava por lá. Como cheguei ao local muito cedo, a luz da manhã me presenteou com imagens incríveis, e também pude contar com uma leve e fria brisa, que serviu de combustível para o restante do meu dia de expedição. Guarantã ainda está no seu lugar original no leito da linha, e para uma estaçãozinha que foi construída para ser apenas um desvio para um ramal “lenheiro”, até que não está ruim não. De lá segui rumo ao Mato Grosso do Sul, numa loooonga jornada…

PANORÂMICAS DA ESTAÇÃO:
Com o compromisso de oferecer o máximo de detalhes que puder colher em cada local visitado, agora disponibilizo também imagens panorâmicas, para que tenham a sensação não só da estação, como também do seu entorno, espero que curtam.

PANORAMICA_GUARANTA_01

Estação Guarantã vista da linha.

PANORAMICA_GUARANTA_02

Estacionamento da estação.

FOTOS DO LOCAL:

MAPA DO LOCAL:

POSTER DA ESTAÇÃO:
A cada estação visitada, seleciono uma imagem que julgo melhor refletir a expedição e a transformo num poster, unindo texto e imagem numa combinação de apelo bastante visual.
POSTER GUARANTA

POST ABERTO À COLABORAÇÃO:
A partir da publicação de cada post inicial pelo autor, fica aberto aos colaboradores e interessados, o envio de materiais para mantermos atualizadas as informações sobre cada estação. Este site tem como principal objetivo resgatar através imagens, vídeos e textos um pouco da história ferroviária do país. Todo o conteúdo de cada post inicial é original e produzido pelo próprio autor e sua equipe de viagem, visando contribuir de fato, para o crescimento do acervo de informações sobre cada estação, sua história e seus personagens.

Conteúdos Relacionados:

6Comentários

  1. 09/10/14 às 11:45
    Ezequiel Miranda Arantes:

    Curto muito seus posts, parabéns e obrigado.

  2. 09/10/14 às 16:01
    marcos antonio silva:

    estação Guarantã na lingua tupi significa madeira dura sua vida util ja tem 94 anos de vida quantos projetos de vidas foram trazidas por estes trilhos que ate o presente momento desta reportagens permanecer em plena atividade mas por quanto tempo as vezes essas ferrovias que vemos nessas reportagens no tema estaçoesbrasileiras aos poucos vão sendo desativadas a medida que os projetos das logisticas prefere-se transporte tudo pelas rodovias mesmo sabendo do altos custo como pedagios em sua frente ja nos trilhos isso não existe porque então não reativar com o transporte de passageiros para os nossos interior e litoral e capital seria um otimo atrativo volta a se locomover atraves dessses trilhos que ai estão hoje em 2014 pouco se faz nesse transporte sobre trilhos em nosso pais em outros paises como ja citei em outras reportagens nesse tema que abrange estrada de ferro eles conservam e se transporta tudo desdede cargas e passageiros como ponto turisticos em varios paises aonde as ferrovias tem prioridade nesse transporte aqui pouco se faz em se conservar esse patrimonio que foi construido com tantos esforços de tantos colaboradores num periodo que as nossas ferrovias tinham prioridades em tudo mas com suas privatizações pouco se faz em resgata essa memoria que aos poucos esta desaparecendo em tantas regiões em nosso interior e litral nem se quer existe mais por falta de competencia de muitos que aqui chegou e abandonou esse transporte sobre trilhos ate quando tudo que estamos vendo vais ainda existir nesse pais sem cultura nesse tema ferrovias o sonhos de muitos se foram com sua privatizaçoes ate mais abs.

  3. 11/10/14 às 16:46
    marcos antonio silva:

    aqui este comentario não se refere-se a esta estação Guarantã mais sim no peroido dos anos 1980 quando ainda existia um locomotiva que passava por diversas estaçoes com destino ao interior e litoral as composições todas bem conservadas tinha tambem restaurante dormitorios que faziam parte desta locomotiva a disel que circulavaentrevarias estaçoes exemplos estação carapicuiba estação quitauna estação domingo de morais e estação osasco /estação presidente altino ate chegar ao seu destino hoje essa riqueza sobre trilhos não existe mais pouco se fala nesse trnasporte que circulava por esta estações com sua desativão nesse ramal seus vagões foram abandonado nas estações osasco e presidente altino ate meados em 2013 depois disso todas foram removidas para dar lugar a outras composições de trens novas mais a saudade das velhas lcomotivas a disel não existe mais nesse trechos das estações por isso pouco se faz nesse transporte de passageiros em longa distancia como ja citei muitas regiões que depediam desse pessoal que ciculava por este trechos perderam muito inclusive varios minicipio que estava em sua margens das ferrovias o tempo passa mais nada se faz para volta nesse tempo de se locomover sobre trilhos tudo e retirado tudo e desativado por completo esse e o nosso pais na conservação do seu passado sobre trilhos a historia esta sendo apagada em toda regiões por onde circulou as velhas locomotivas a vapor e disel a luz foi apagada em seu caminho de tantas vitorias enquanto durou esse tempo que circular sobre trilhos era uma aventura era magia e sonho de muitos a historia se confunde com a chegada da malha ferroviaria em nosso pais ate mais abs

  4. 18/10/14 às 22:36
    marcos antonio silva:

    aqui a cada amanhacer e anoitecer como e bom ver esta ferrovia em plena atividade nesta região mesmo que não seja no transporte de passageiros mais não importa mais sim que ele ainda sobrevive com tantos descasos nesse segmento sobre trilhos ate as nuvens nesse dia fizeram desta reportagens um cenario perfeito para ser documentada e postada para nos continui com essa força para resgata essa historia de tantos e de todos abs.

  5. 26/10/14 às 20:26
    marcos antonio silva:

    ola marcelo mais uma visita nesse tema estaçoesbrasileiras que se resume na estação Conde do Pinhal voce se lembra de sua visita a esta estação qual a frase que esta nas locomotivas da empresa logisticas ALL se resume nesta frase ( A GENTE NUNCA PARA ) logico se eles para deixa de ganha mais na conservação de cada estação ao longo de sua ferrovias isso parou completamente na sua conservação na sua restauração e todos segmentos que envolve esse transporte sobre trilhos ele ganharam a concessão de operar em diversas regiões e estado de nosso pais mais infelismente não se ha respeito na historia de tantas estações que foram construidas para se fazer parte da historia de nossa ferrovia nu pais que entregou essa maravilha para essas logisticas que aqui chegou e ganhou sem fazer nenhuma força para a conservação de nossa historia ferroviaria tudo e entregue sem nenhuma garantia em conservação e respeito acima de tudo abs marcelo

  6. 28/10/14 às 21:54
    marcos antonio silva:

    a cada visita nesse tema que abrange nossas ferrovias que foram inutilizadas por tantos governantes tanto estaduais e federais como podemos classificar o tamanho descasos com esse meio de transporte que tanto contribuiu para o nosso desenvolvimento em tantas regiões desse imenso brasil mais infelismente o que vemos nessa reportagens nas estaçoesbrasileiras são abandonos são descaso com esse patrimonio que foram construidos com dinheiro de tantos brasileiros com seus imposto altos em todos em seus segmentos e triste de ver tantas construções que fizeram parte dessa historia ferroviaria a cada ano que se passa nada e feito para resgata o que existe em tantos lugares que foram desbravados por tantos colaboradores numa epoca de crescimento na malha ferroviaria hoje em 2014 tudo isso ficou no passado de saudades por onde existiu essa maravilha chamada estrada de ferro ate a proxima postagens Marcelo abs.

Deixe seu Comentário