02/04/13

FLORESTA

DATA DA EXPEDIÇÃO: 10.06.2012
DESTINO: Estação Floresta
LOCALIZAÇÃO: Município São Carlos – SP
COORDENADAS: 21°58’8.79″S 47°48’7.20″W
TRILHOS NO LOCAL: Não
ANO DA CONSTRUÇÃO: 1892
CONSTRUÇÃO: Companhia Paulista de Estradas de Ferro
STATUS DO PRÉDIO: Em pé, cercada, é hoje uma fábrica
EQUIPE DE VIAGEM: Marcelo Tomaz, Breno Paiva de Oliveira Filho e Jeferson Tomaz Querino

O FILME:

RESUMO DA EXPEDIÇÃO:
Floresta era uma estação do antigo Ramal de Água Vermelha, desativado no início da década de 60, e hoje é um prédio cercado localizado dentro de uma fábrica, com alguns silos na parte dos fundos e uma casa de turma ao lado. Visto de fora, me pareceu servir como área administrativa da empresa, mas como está anexado a um grande galpão, não me surpreenderia se fosse parte do depósito também. Estávamos vindo de Canchim e indo para Babilôna, atravessando a região conhecida como Floresta, aonde além de muito verde, existem também vários resquícios da atividade ferroviária ainda espalhados pelo local. Completavam o cenário, cachoeiras, rios, pontes metálicas, represas e as ruínas de um antiga estrutura de pedra, que possivelmente serviu como base de caixa-d’água, ou mesmo de ponte para outro pequeno ramal férreo local (não sei ao certo), enfim, andar por lá foi bastante agradável e produtivo. Em Floresta não vimos uma alma viva, por isso não conseguimos relatos locais. Andamos por lá, colhemos as imagens, e seguimos em frente rumo à Babilônia… >>

FOTOS DO LOCAL:

MAPA DO LOCAL:

POSTER DA ESTAÇÃO:
A cada estação visitada, seleciono uma imagem que julgo melhor refletir a expedição e a transformo num poster, unindo texto e imagem numa combinação de apelo bastante visual.
POSTER FLORESTA

POST ABERTO À COLABORAÇÃO:
A partir da publicação de cada post inicial pelo autor, fica aberto aos colaboradores e interessados, o envio de materiais para mantermos atualizadas as informações sobre cada estação. Este site tem como principal objetivo resgatar através imagens, vídeos e textos um pouco da história ferroviária do país. Todo o conteúdo de cada post inicial é original e produzido pelo próprio autor e sua equipe de viagem, visando contribuir de fato, para o crescimento do acervo de informações sobre cada estação, sua história e seus personagens.

Conteúdos Relacionados:

2Comentários

  1. 29/08/13 às 0:22
    marcos antonio silva.:

    o que ouve nesse ramal desté a sua inauguração é sua desátivação por completo.hoje o que existe é a velha sólitaria estação que na verdade virou uma fábrica.nestá regiãopor onde se tráfegou trens para vários lugares que nós ném imaginamos .apenas no seus aquirvo da rede ferroviaria.hoje também o que podemos ver também nessa reportagens por onde passava os trens. a vegetação está retomando o que lhe foi tirádo no passado para sua construção destá que já foi uma ferrovia.a velha base por onde existia os trilhos ainda resisti com a ação do tempo até a vegetação está cobrindo por completo está totalmente cheia de raizes em sua volta.é tudo erá feito como podemos ver graças a essa reportagens tudo artesanal pedras sobre pedras tudo feito com muito detalhes naquela epóca para que tudo hoje foi retirado.como por exemplo a ferrovia que não existé mais apenas o que restou foi a velha estação que se transformou em uma fábrica.existé também vários cenário por onde se travegava os trens.cenário que hoje está completamente solitários apenas com o canto dos passaros é a vegetação tocando umas nas outras.o que um dia erá iluminado pelo fárol dos trens nestá região de tantas vegetação hoje o que ilumina esses caminho é apenas a lua que se reflete sobre essa mata.sonhos é esperança que um dia foi realidade. hoje apenas saudade que restou nestá região cergada de canavial o que parece ser.sonhos que ficou para trás desté a sua construção é sua desátivação por completo.abs.

  2. 02/09/13 às 14:27
    marcos antonio silva:

    ola marcelo estou de volta fiquei alguns dias afastado do site por motivo de saude mais estou novamente para comentar o que podemos fazer nessa divulgação sobre nossas ferrovias.tudo esta como antes ninguem si pronucia para o que fazer sobre esta ferrovias desativadas por muitos anos.mais o que parece ninguem importa com o passado de tantas gloria e lutas de um sonho que foi realidade no passado hoje nossos governantes prefere esquecer tudo isso que lhe pertencia a eles e hoje tudo esta nas maos de grupos extrangeiros que tanto explora o nossos trabalhadores nesses segmentos chamado ferrovias vamos ver por quanto tempo ainda vai ficar nesse esquecimento desses que ai estão no poder.abs marcelo bom inicio de semana.

Deixe seu Comentário