15/12/11

FAVEIRO

DATA DA EXPEDIÇÃO: 02.11.2011
DESTINO: Estação Faveiro
LOCALIZAÇÃO: Município Tambaú – SP
COORDENADAS: 21°40’0.29″S 47°18’45.05″W
TRILHOS NO LOCAL: Não
ANO DA CONSTRUÇÃO: 1901
CONSTRUÇÃO: Companhia Mogiana de Estradas de Ferro
STATUS DO PRÉDIO: Em pé, um pouco descaracterizado, porém bem cuidado, servindo como moradia particular.
EQUIPE DE VIAGEM: Marcelo Tomaz, José Antonio Thomaz e Daniel Franc

O FILME:

RESUMO DA EXPEDIÇÃO:
Faveiro é um local curioso, um bairro afastado da cidade e para se chegar lá, seguimos o caminho do antigo leito da ferrovia. Os prédios ainda estão lá, em pé cercados por um muro com portão fechado e tudo mais, o que nos deu um pouco mais de trabalho. Novamente nossas habilidades sociais foram testadas, mas conseguimos nosso intento. Hoje a estação serve de moradia e está relativamente bem cuidada, apesar de não termos entrado dentro nos prédios da antiga estação nem do armazém, chegamos até a porta, já dentro dos limites dos muros, o que nos deu uma visão privilegiada dos detalhes das construções. Faveiro estava florida e iluminada por uma luz linda, num dia maravilhoso e isso foi impagável. De lá seguimos para Tambaú Nova, mas essa já é uma outra história.

FOTOS DO LOCAL:


MAPA DO LOCAL:

POSTER DA ESTAÇÃO:
A cada estação visitada, seleciono uma imagem que julgo melhor refletir a expedição e a transformo num poster, unindo texto e imagem numa combinação de apelo bastante visual.

POST ABERTO À COLABORAÇÃO:
A partir da publicação de cada post inicial pelo autor, fica aberto aos colaboradores e interessados, o envio de materiais para mantermos atualizadas as informações sobre cada estação. Este site tem como principal objetivo resgatar através imagens, vídeos e textos um pouco da história ferroviária do país. Todo o conteúdo de cada post inicial é original e produzido pelo próprio autor e sua equipe de viagem, visando contribuir de fato, para o crescimento do acervo de informações sobre cada estação, sua história e seus personagens.

Conteúdos Relacionados:

2Comentários

  1. 19/08/13 às 4:13
    marcos antonio silva.:

    ano da construção 1901ainda assim resisti á ação do tempo.o que podemos ver nesse docúméntários que antiga estação como de costume virou morádia. o seu nome da estação não existe mais foi apagado pelo tempo mesmo assim sua construção. destá antiga estações ainda tinha completando seu cenário várias casas em sua volta ou no mesmo trájeto que erá a plataforma destá estação. tudo naquelá epóca tinha muitodetalhes que hojé não vemos mais nessas construções de hojé por isso é fundamental.preserva ainda o que restá dos tempos que não volta mais.abs

  2. 14/10/14 às 19:50
    marcos antonio silva:

    aqui no mesmo dia 2 senhoras estações visitada por um apessoa que se empenhou nesse segmento sobre trilhos e na historia de cada uma delas enquanto houve vidas nas suas atividades no transporte sobre trilhos ja se pergutaram quantos kilometros de trilhos foram removido entre esta 2 estações que estamos vendo aqui uma completamente abandonada a propria sorte sem conservação sem vida sem esperança a outra segue com sua conservação em varios detalhes e ha vidas em suas dependençia mesmo não sendo de seus passageiros ha espera das velhas locomotivas que não existe mais este e sem duvida nenhuma o retrato de nossas ferrovias no pais de poucas esperanças em tantos segmentos que possa existir patrimonio historia so existe aonde dar lucros para muitos desses politicos e governos desse pais que esquece dessa historia compartilhada por muitos que deram suas vidas apa se levar progresso e esperança aonde existiu a estrada de ferro hoje em 2014 tudo se acabou em grande partes delas ate abs

Deixe seu Comentário