16/11/11

EVANGELINA NOVA

DATA DA EXPEDIÇÃO: 27.08.2011 e 22.10.2011
DESTINO: Estação Evangelina Nova
LOCALIZAÇÃO: Município Ribeirão Preto – SP
COORDENADAS:  21°10’29.43″S 47°43’0.62″W
TRILHOS NO LOCAL: Sim (em uso)
ANO DA CONSTRUÇÃO: 1964
CONSTRUÇÃO: Companhia Mogiana de Estradas de Ferro
STATUS DO PRÉDIO: Abandonado, em ruínas
EQUIPE DE VIAGEM: Marcelo Tomaz, Jeferson Tomaz Querino e Jorge Luis Caleffi

O FILME:

RESUMO DA EXPEDIÇÃO:
Evangelina Nova (Mogiana) foi o ponto de partida para este projeto. Numa manhã de sábado resolvi ir até lá com o meu sobrinho Jeferson, para que ele conhecesse um pouco sobre a história ferroviária da nossa região. Caminhando pelo canavial, comecei a pensar se resgatar esta mesma história não poderia ser interessante. E achei que era. Chegar até Evangelina Nova envolve uma “puladinha de cerca básica” já que a estação encontra-se dentro de uma fazenda, mas para nós, isso já pode ser encarado como rotina, afinal nada nunca é tão fácil quando unimos velhas estações, propriedades particulares, um carro de passeio (4×2) e muita, muita curiosidade, rerere… Evangelina hoje está atrás do Recreio Itanhangá, um condomínio de chácaras em Ribeirão Preto que dificulta e muito o acesso, pois não há estrada até o local que fica num espaço minúsculo entre a fazenda e o condomínio, por isso a caminhada foi nossa opção (única por sinal). Completamente abandonada, o prédio está uma lástima, totalmente destruído, mas ainda em pé, os trilhos estão ativos para os trens cargueiros da FCA, e a velha estação mais parece hoje uma casa fantasma. Na primeira vez, a caixa-d’água estava no chão, mas coberta pelo mato, na segunda, quando fui com o Caleffi, um trator estava por lá fazendo a manutenção da linha e limpou também a área, nos permitindo avistá-la e fotografá-la (vide fotos abaixo). É um prédio sem charme, arquitetura pragmática, sem-graça de tudo, mas o local é legal, vale avistá-la ao longe no meio do canavial. É emocionante, convidativo, sem contar que o lugar fomenta reflexões e a caminhada dá uma sede gostosa para o boteco no fim da expedição. De lá fomos para Cravinhos Nova, aguardem…

FOTOS DO LOCAL:

MAPA DO LOCAL:

POSTER DA ESTAÇÃO:
A cada estação visitada, seleciono uma imagem que julgo melhor refletir a expedição e a transformo num poster, unindo texto e imagem numa combinação de apelo bastante visual.

POST ABERTO À COLABORAÇÃO:
A partir da publicação de cada post inicial pelo autor, fica aberto aos colaboradores e interessados, o envio de materiais para mantermos atualizadas as informações sobre cada estação. Este site tem como principal objetivo resgatar através imagens, vídeos e textos um pouco da história ferroviária do país. Todo o conteúdo de cada post inicial é original e produzido pelo próprio autor e sua equipe de viagem, visando contribuir de fato, para o crescimento do acervo de informações sobre cada estação, sua história e seus personagens.

Conteúdos Relacionados:

6Comentários

  1. 21/08/13 às 7:38
    marcos antonio silva.:

    já se passou 49 longos anos desté a sua construção até os dias de hojé mais como nós sabemos nada é para sempre nesse pais o que se constroi ao mesmo tempo é tudo abandonado como podemos ver nessa reportagens sobre nossa ferrovias.a velha estação ainda resisté com descaso de seus administradores que são nada mais nada menos que as empresas que opera nesté trajéto dessa ferrovias.a velha plataforma está totalmente coberta pela vegetação.com tanto requinte na hora de construir porque não na horá de sua preservação como patrimonio daqueles que contribui para o crecimento dessa nação.até mais.abs

  2. 23/08/13 às 7:40
    marcos antonio silva.:

    olhando da jánela que já foi um dia uma estação de trens o que podemo falar que trabalhava nestá estação no passado tinha uma boa visão dos trens naquelá epóca. mais com o passar dos tempos tudo foi sendo esquecido com na maioria das outras sem cuidados sem uma boa manutenção é o principal vidas circulando por essas platáformas.é mais na sua entrada destá antiga estação nas fotos 5/6/7 a velha estáção está com suas portas fechadas para sempre.são como esses descaso que nós brasileiros vivemos dos os dias de nossas vidas.para quem tem dinheiro nesse pais é sempre dessa máneiras.descaso em cima descaso.portanto o que se mostra é a purá verdade sobre o que já foi orgulho pará nós.é descaso desses governos abs.

  3. 04/10/14 às 2:34
    marcos antonio silva:

    não muito velha deste seu nascimento nesta regiao para se levar sonhos e alegrias e esperança a diversas regioes e municipios nesse ramal hoje o descaso com sua construçao se encontra nessa situaçao de total abandono por falta de competencia de nossos governantes mesmo assim ainda segue levando progresso ate o presente momento desta postagens pena que sua historia na construçao se perdeu no tempo que nao falta mais nesta estaçao evangelina nova o passado nao faz parte do futuro desses que estao no poder e seus admistradores nesse segmento sobre trilhos ate quando tudo isso vai continuar nesse transporte ate mais abs.

  4. 19/04/15 às 22:22
    marcos antonio silva:

    hoje a realidade e outra quando nossos governantes privatizou toda nossa malha ferroviaria em nosso pais isso que estamos vendo ao passar dos anos e a verdade dessas logisticas que opera so segmento de cargas enquanto isso as velhas construção estão a merce da sorte sem nenhuma conservação por quem deveria cuidar na restaurações de muitas delas enquanto isso muitas nem ser quer existe mais as margens das ferrovias enquanto ainda exista essa estrada de ferro essa e a realidade de hoje em 2015 nada se faz para recupera tanto nas ferrovias quanto nas construções ate quando isso vai continuar com tanto descasos nas malhas ferroviaria em nosso pais e estado ate mais abs.

  5. 27/04/15 às 1:08
    marcos antonio silva:

    de uma forma ou de outra como podemos classificar o que foi de um passado de conquista atraves dessas ferrovias que em muitos lugares nem se quer existi mais ou inves de preservar as poucas que existe eles simplesmente deixam a merce da propia sorte como podemos ver aqui nas estaçõesbrasileiras aqui esta o significado dessa palavra chamada estrada de ferro por onde existiu ou ainda possa existir basta coragem para realizar esse sonho que foi interrompido em muitos lugares desconhecido por muitos politicos que não fazem nada para recuperar esse sonho perdido abs.

  6. 13/03/16 às 22:28
    marcos antonio silva:

    aqui ja fazem 52 anos desde sua construção a estação se foi por completo mais ainda persiste o movimento das locomotivas levando o progresso desta região mais ate quanto tudo isso vai continuar hoje em 2016 e preferivel se transporta tudo atraves das rodovias pagando altos pedagios em seu percurso enquanto isso a malha ferrovias esta sendo desativadas em varias regiões por onde ainda existe o pouco que resta da malha ferriviaria mais uma vez esse e o nosso brasil quem vem de fora mande quem esta aqui obedece esse e o retrato das malhas ferroviarias no brasil hoje em 2016 pouco se faz para recupera a historia desse patrimonio que foi deixado pelo nossos pioneiros abs marcelo de marcos silva carapicuiba sp.

Deixe seu Comentário