05/08/13

COBIÇA

DATA DA EXPEDIÇÃO: 19.05.2012
DESTINO: Estação Cobiça
LOCALIZAÇÃO: Município Altinópolis – SP
COORDENADAS: 20°59’08″S 47°14’53″W
TRILHOS NO LOCAL: Sim, apenas alguns trechos
ANO DA CONSTRUÇÃO: 1927
CONSTRUÇÃO: Estrada de Ferro São Paulo e Minas
STATUS DO PRÉDIO: Demolido, um rancho foi construído sobre a sua base
EQUIPE DE VIAGEM: Marcelo Tomaz, Jeferson Tomaz Querino e Vinicius Costa

O FILME:

RESUMO DA EXPEDIÇÃO:
Localizada entre as estações de Pio Alves e Antonio Justino, Cobiça nos deu trabalho para ser encontrada. Na primeira tentativa, a chuva intensa e o barro nos venceram facilmente, pois transitar por lá era muito difícil e a navegação impossível (talvez pelas ondas da enxurrada, até pudesse ser, rerere…). Brincadeiras à parte, voltemos a Cobiça, hoje por lá, existem alguns ranchinhos, e não deu para saber se a área foi alvo de posseiros, ou a ocupação é legal. Isso posto, o fato é que as casas estavam fechadas, nos impossibilitando de conseguir melhores imagens da velha estação, que já nem existe mais. No seu lugar, uma casinha simples foi erguida (provavelmente aproveitando a antiga plataforma), e é a sede de um dos ranchos. Em frente, uma capelinha em ruínas ainda dá o tom religioso ao local. Andamos por lá, vimos tudo, os restos da linha, ainda com trilhos aparentes, algumas placas denominando os ranchos, sempre com o tom ferroviário (vejam o mini-filme e as fotos abaixo) bastante presente. Era de manhãzinha e o frio era nosso companheiro por lá, o que ajudou bastante a compor o clima nostálgico e aventureiro. As exuberantes plantações de café nos arredores de Cobiça, são um capítulo à parte, lindas de morrer, pena não ter trazido algumas imagens delas para vocês. Eu e o meu sobrinho Jeferson fomos o trajeto todo na caçamba da “Pretona” curtindo o vento no rosto e as paisagens nos olhos, enquanto o “Benício” dirigia. Cobiça não existe mais enquanto estação ferroviária da antiga Estrada de Ferro São Paulo e Minas, mas pelo que vi, continuará ainda existindo por muito tempo, como refúgio de alguém, que valoriza a história ferroviária. Nem que seja apenas mantendo a plaquinha temática na entrada…

FOTOS DO LOCAL:


MAPA DO LOCAL:

POSTER DA ESTAÇÃO:
A cada estação visitada, seleciono uma imagem que julgo melhor refletir a expedição e a transformo num poster, unindo texto e imagem numa combinação de apelo bastante visual.
POSTER COBIÇA

POST ABERTO À COLABORAÇÃO:
A partir da publicação de cada post inicial pelo autor, fica aberto aos colaboradores e interessados, o envio de materiais para mantermos atualizadas as informações sobre cada estação. Este site tem como principal objetivo resgatar através imagens, vídeos e textos um pouco da história ferroviária do país. Todo o conteúdo de cada post inicial é original e produzido pelo próprio autor e sua equipe de viagem, visando contribuir de fato, para o crescimento do acervo de informações sobre cada estação, sua história e seus personagens.

4Comentários

  1. 08/08/13 às 22:58
    marcos antonio silva.:

    olha eu aqui de novo marcelo. está reportagem no meu ver e a mais belas que já vi a te agora no seus documentários sobre nossas ferrovias ( já percebeu que o maior legado de nossos ferroviarios foi seu trabalho ao longo dos tempo vem esses dois governo entre são paulo e minás gerais e dessativa tudo que foi construido com tanto esforço) não sei qual mótivo desses governo deixar tudo isso largado essa ferrovia cortando esse rancho que cenário com essas casas simples cheio de arvóres palmeiras mangueiras .está estradinha de terra avermelhada .está capelinha sólitario no meio do mato e ao meu ver ainda com um rio não sei se corta esté rancho mais uma coisa eu posso falar mais uma vez que cenário deslumbrante séria um ótimo atrátivo para passeio turistico nessa região como séria para esses moradores vendo um trem passado por dentro desse ranchinho. a placa já diz tudo rancho são paulo e minas gerais parabéns marcelo esté cenário valé 10 pelo esforço seu é equipe ótima semana feliz dia dos pai a voce a nós todos e leitores que acompanham seus documentários .abs.

  2. 08/08/13 às 23:28
    marcos antonio silva.:

    estou aqui mais uma vez para detalhar o que esqueci na 1 primeiro comentário sobre essa ferrovia entre esté dois estados são paulo e minas.faltou alguns detalhes o céu de brigádeiro o amanhecer nós primeiros raios de sol nessa propriedade. cortada por essa ferróvia que um dia trafegou varios trens por essa região será que alguem esqueceu este patrimonio que um dia não muito distante deu muitas alegria ao ferroviarios que tanto esforço trabalharam para levar o progresso. a tantas cidade as margens. abs marcelo.

  3. 05/11/14 às 20:04
    marcos antonio silva:

    como podemos classsificar o que foi no periodo de tanto esforços para se levar a tantos lugares desconhecido atraves dessa maravilha que todos nos conhecemos como estrada de ferro que hoje nada fuciona nesse transporte que com o passar dos anos foi totalmente desativado sem explicações sem motivos sem nenhum argumentos por esses politicos que não sabe como foi importante a chegada dessa maravilha sobre trilhos para se levar progressos e desenvolvimento a diversos lugares que so essa maquina podia chegar essa seria as velhas locomotivas tanto a vapor ou a disel que infelismente todas foram abandonadas em diversos lugares que ninguem possa imaginar quantos passageiros passaram por esta região deslubrante e bela quantos sonhos foram realizados por dentro de cada vagão que fazia parte dessa historia sobre trilhos os trilhos ainda continua mais a vida o sonho o progresso todos foram interrompidos com sua desativação nesse ramal para onde ia esse ramal antes de sua desativação porque foi desativado qual a razão de tudo isso nesse trecho de belas paisagens como seria hoje em 2014 se tudo isso estive em plena atividade nesta região o sonho se foi mais sua historia sobre trilhos estara registrada nas estaçõesbrasileiras graças a seu esforço marcelo em divulgar em mostra a verdadeira historia de muitos abandonos e descasos nesse segmento que estamos falando abs.

  4. 05/04/15 às 1:15
    marcos antonio silva:

    hoje nesse pais não existe se quer transporte de passageiros em longos percursos a grande maioria desse caminhos foram desativados por completo em grande parte de nosso estado em são paulo e minas gerais caminhos que levavam a diversas regiões de baleza naturais por onde existiu a velha ferrovia hoje tudo e transportado atraves de grandes rodovias todas privatizadas em seu caminho esse e o retrato de um passado que jamais voltara acontecer em nosso pais e estado de diversas regiões esse e o fim de muitas delas que foram construidas para se levar progresso e esperança para muitos hoje tudo isso acabou por completo abs.

Deixe seu Comentário