Posts encontrados na categoria: V

14/03/17

VISCONDE DO RIO CLARO NOVA

POSTER VISCONDE RIO CLARO NOVA

Estive em Visconde do Rio Claro Nova, vindo de São Carlos e apesar de nunca ter passado por aquele trecho, sempre ouvia amigos moradores daquela região contarem sobre uma estaçãozinha simpática e abandonada as margens da Rodovia Washington Luís e, a curiosidade tornou-se um poderoso combustível para essa visita. Chegamos cedo, exploramos o lugar, o dia estava lindo e isso ajudou na coleta de generosas imagens. A estação foi construída em 1916 para substituir e suceder a versão antiga, que estava (ou ainda está) localizada do outro lado da rodovia, de onde partia o Ramal de Analândia. O prédio está abandonado, seus dísticos ainda estão lá bem visíveis, há também uma caixa-d’água, plataforma já sem cobertura e as placas de concreto com os nomes da estação também se mantém por lá no meio do mato alto. Andamos, entramos, vimos tudo depredado, vandalizado, porém resistindo a tudo isso, como que se pedisse por uma nova chance para voltar a servir a um propósito. Visconde do Rio Claro Nova deixou de funcionar antes de 1977 e hoje é apenas um prédiozinho simpático quando visto de longe… >>

12/04/16

VICTOR SUDRIERS*

VICTOR_SUDRIERS

A ferrugem é abundante, o grande girador, a enorme caixa-d’água, os vagões de madeira, as flores que crescem sobre os antigos desvios abandonados, que cenário! Corri por lá, enquanto a Néia (minha mulher) me seguia e me fotografava com todo aquele furor. Guindaste, plataforma, dísticos, placas, oficinas, cabine de controle, aço, ferro, madeira velha, tudo ali, pronto para ser registrado e, creiam, se eu pudesse, dormiria ali para poder explorar mais e mais, porém, tinha que seguir adiante e novamente acelerei o passo para registrar o máximo que pudesse. Fica aqui registrado o meu agradecimento ao segurança do local, cujo nome me foge da memória, que foi extremamente cordial e me deixou andar pelo local sem ressalvas, ato que, nos dias futuros, eu perceberia ser bastante raro, pois no complexo de Peñarol, nem entrar alguns metros eu pude… >>

25/09/14

VARGEM GRANDE

Arame protetor?

Terra natal do meu saudoso pai Luiz Carlos Tomaz, a quem devo todo o reconhecimento pela forma incrível que me criou. Vargem Grande do Sul sempre foi uma cidade que me intrigou, afinal de contas, era um lugar cuja a estação ficava fora da linha-tronco da antiga Mogiana e Fepasa na minha infância, pois quando seguíamos viagem para Aguaí (terra natal da minha mãe), nós nunca passávamos por Vargem Grande (terra do meu pai), e isso sempre me soou um pouco injusto. Afinal, por que passávamos em uma, e não na outra? Décadas depois, vim a descobrir que Vargem Grande estava situada num pequeno ramal homônimo, e que tinha na cidade o seu ponto final, e por isso, lá existia um fluxo muito menor de trens. O ramal foi desativado em 1961 e de lá para cá, o abandono foi o que restou… >>

17/09/14

VALINHOS NOVA

VALINHOS NOVA

Estive na estação Valinhos Nova vindo de Vinhedo, foi uma passagem rápida, porém suficiente para documentar o atual estado da antiga estação da Companhia Paulista de Estradas de Ferro. Bem ao lado de uma grande indústria centenária (Unilever), a estação ainda mantém boa parte das suas principais características, tendo grande destaque a entrada principal e a “gare”, com uma grande cobertura metálica, ainda bastante imponente. Hoje ali, funciona um museu municipal, que estava fechado na ocasião da visita. Por lá, havia ainda a placa de quilometragem e altitude… >>

04/12/13

VISCONDE DE PARNAÍBA

VISCONDE DE PARNAIBA

Visconde de Parnaíba é uma estação da antiga Linha do Rio Grande localizada no município de Jardinópolis. Era a segunda no sentido de Minas Gerais e ficava logo após as de Entroncamento (tronco original) e de Jurucê, quando a linha ainda existia e era ativa. Estivemos lá e vimos de perto cada detalhe do prédio, que ainda conta com dístico legível, lousas, plataforma coberta, caixa-d’água e o recuo do leito ainda bem delineado à frente do prédio. As placas de quilometragem e de altitude não estão mais por ali e o galpão está sendo utilizado com depósito e está fechado. É uma construção típica da Cia.Mogiana, sendo um prédio de tijolos aparentes e, diferentemente de outros tantos da região, ele possui um segundo pavimento, o que lhe dá maior imponência e até, certo requinte… >>

23/04/13

VENERANDO

VENERANDO

Venerando é uma estação muito bonita e encontra-se bem conservada até hoje, o que é raro. Estive lá, e pude ver o cuidado que os atuais proprietários dedicam a ela. É uma estação no padrão Mogiana, um prédio de tijolos aparentes pintados de amarelo, cercada, e com um jardim bem feito na sua frente. Como não pude entrar, não posso afirmar nada sobre as placas de quilometragem e altitude, ou mesmo as lousas, mas acredito que possam sim estar lá. O dístico está bem visível no frontão, e ao seu redor, um pouco à frente, somente algumas casas ainda resistem. Encontrá-la foi relativamente fácil… >>

03/04/13

VINHEDO

VINHEDO

A estação de Vinhedo está localizada numa área central da cidade, mal conservada e com uma pequena composição de 3 vagões abandonados no seu pátio. Recentemente recebi a notícia de que o carro da administração da Fepasa, que por sorte, consegui documentar aqui através das fotos e do mini-filme, havia pegado fogo. Uma pena, pois vai-se mais do que um simples caixote de madeira com banheira e truques… >>

05/08/12

VILA JAGUARIBE

VILA JAGUARIBE

Vila Jaguaribe é conhecida como a Mãe de Campos do Jordão, pois foi a primeira vila da cidade. Andar por lá foi interessante, e a nossa busca pela antiga parada não menos. Hoje existem uma banca de revistas no local e um prediozinho bem pequeno e lacrado, onde presumimos era a antiga parada. Nenhum registro oficial, nenhuma informação sobre ela, assim para encontrá-la, novamente utilizamos a quilometragem oficial da E.F.C.J. disponível no site e o já tão famoso bate-papo com os moradores locais… >>

05/08/12

VILA SODIPE

VILA SODIPE

Encontrar a parada de Vila Sodipe não foi das tarefas mais fáceis não. Tivemos que seguir pela linha, acompanhando a quilometragem descrita nos antigos postes para termos certeza de que era ela mesmo quando a encontramos. É hoje apenas uma plataforma de pedras numa região bastante movimentada da cidade (a avenida principal). Perguntamos aos comerciantes locais se era ali mesmo a antiga parada, mas pela cara de espanto da maioria deles… >>

02/06/12

VIOLA

VIOLA

Viola é uma parada localizada na avenida Januário Miráglia em Campos do Jordão, sem grandes predicados estéticos. Hoje, é ponto de encontro de toda sorte de pessoas, já não serve mais como parada da E.F.C.J. há algum tempo, e quando estivemos por lá, estava fedendo, pichada e com um aspecto de abandono (mesmo estando numa área bastante movimentada da cidade e com pessoas o tempo todo ao seu redor). Viola um dia deve ter sido interessante… >>