Posts encontrados na categoria: I

09/09/13

IPOMÉIA

IPOMÉIA

Ipoméia é uma planta da família das trepadeiras, e também uma estação localizada entre Tapir e São Sebastião do Paraíso, fica próxima a uma antiga pedreira da Fepasa, e ao seu redor existem várias construções abandonadas, como escola, galpões, casas de moradia, e uma vilinha ferroviária também. Tudo por lá está abandonado, o acesso é difícil, tanto que tivemos que estacionar a “Pretona” a uns 500, 600 metros, passar pela cerca de arame farpado enferrujado e abrir caminho mato adentro… >>

21/04/13

ITAPEMA

ITAPEMA

Chegamos até ela através da Avenida Santos Dumont, que era por onde o tramway passava até chegar ao centro do Guarujá, tendo o seu ponto final quase que em frente ao Hotel Casa Grande, que a propósito, já existia naquela época, idos de 1893. Itapema está em plena atividade e serve a muita gente, fazendo o papel de chegada e partida das muitas travessias de passageiros entre Santos e Vicente de Carvalho, distrito do Guarujá. É um prédio simples, com um telhado de “2 águas”, e três portões frontais, sendo o central maior e os outros 2 menores. Lembra um relógio “Cuco” quando visto de frente… >>

09/04/13

IBÓ

IBO

Ibó está localizada a uns 400 ou 500 metros da Rodovia vicinal que liga Porto Ferreira a Santa Rita do Passa Quatro, e foi por onde viemos. O que marca o local onde a estação provavelmente existiu, é uma grande árvore próxima à igreja na margem da estradinha (vide fotos e mini-filme) e nada mais. Infelizmente por lá não conseguimos nenhum tipo de detalhe sobre a estação e nem sequer encontramos os restos da plataforma, caixa-d’água ou qualquer coisa parecida. Ibó naquele dia foi o nosso fim de linha, saímos de lá, tomamos uma lata de cerveja geladíssima em Santa Rita e voltamos para casa… >>

02/06/12

IPAÚNA

IPAÚNA

Todos os mais velhos do local se referiram a ela como Serrinha, mas o nome que a acompanhou até os seus dias finais foi Ipaúna. Como uma estação de entroncamento da E.F.S.P.M. que foi, a área que ela ocupava era grande, estivemos lá, andamos pelo local, buscamos informações com os moradores, mas a maioria deles (residentes ao redor do local da antiga estação) nada sabia a respeito de Ipaúna, Serrinha ou qualquer outro nome que possa ter sido dado à aquela estação… >>