20/07/13

CASQUEIRO

DATA DA EXPEDIÇÃO: 09.11.2012
DESTINO: Estação Casqueiro
LOCALIZAÇÃO: Município Cubatão – SP
COORDENADAS: 23°55’25″S 46°24’24″W
TRILHOS NO LOCAL: Sim, em pleno uso
ANO DA CONSTRUÇÃO: 1896
CONSTRUÇÃO: São Paulo Railway
STATUS DO PRÉDIO: Demolido, hoje somente restou uma passarela no local
EQUIPE DE VIAGEM: Marcelo Tomaz e Claudinéia de Marchi

O FILME:

RESUMO DA EXPEDIÇÃO:
Casqueiro era uma antiga estação no município de Cubatão construída em 1896, ainda nos tempos da São Paulo Railway como um posto telegráfico. Depois de algum tempo (quase 100 anos para ser mais exato), foi inaugurada uma outra estação, esta, de trens metropolitanos, um pouco mais a frente e abaixo de uma grande passarela sobre a Rodovia Anchieta. A passarela (vide fotos e mini-filme) existe até hoje, a estação não mais, e muito menos o posto telegráfico. Andei por lá, subi na passarela, vi o local exato aonde um dia existiram a estação e a plataforma e só. Nada por lá desperta a atenção para o assunto ferroviário, nada mesmo. Naquele lugar, a pobreza abunda e como o tempo não estava ajudando, resolvi seguir para Cubatão, em busca de histórias mais felizes do que a de Casqueiro.

CURIOSIDADE SOBRE A LOCALIZAÇÃO:
CASQUEIRO EARTH

FOTOS DO LOCAL:


MAPA DO LOCAL:

POSTER DA ESTAÇÃO:
A cada estação visitada, seleciono uma imagem que julgo melhor refletir a expedição e a transformo num poster, unindo texto e imagem numa combinação de apelo bastante visual.
POSTER CASQUEIRO

POST ABERTO À COLABORAÇÃO:
A partir da publicação de cada post inicial pelo autor, fica aberto aos colaboradores e interessados, o envio de materiais para mantermos atualizadas as informações sobre cada estação. Este site tem como principal objetivo resgatar através imagens, vídeos e textos um pouco da história ferroviária do país. Todo o conteúdo de cada post inicial é original e produzido pelo próprio autor e sua equipe de viagem, visando contribuir de fato, para o crescimento do acervo de informações sobre cada estação, sua história e seus personagens.

1Comentários

  1. 26/08/13 às 23:00
    marcos antonio silva.:

    aqui o que podemos definir sobre a antiga estação que ném existi mais apenas a ferrovia ainda resisté com o passar dos anos em pléna atividade no segmento apenas o que parece no tránsporte de carga é mais um grande descaso corta a passarela sobre os trilhos onde moradores destá região tém que travegar sobre os trilhos inclusivé crianças é pessoas idosas.é mesmo assim com essa ferrovia em volta do vilárejó tudo parece que parou no tempo.portanto o que sempre falamos nesse segmento sobre ferrovia as vezes com essa atividade próxima destá região vém sempre o progresso mais infelismente aqui o que vemos é ao contrário.portanto muito lugares cidades é vilárejos estão desáparecendo com a desátivações destá que já foi orgulho para os pioneiros sobre nossa ferrovias que hojé está totalmente súcatiada pelas privátizações ao longo do tempo por isso tém que pensar muito antés de desátivar esté meio de transporté.portanto antes de nós elége esses que ai estão no poder a vários anos de mandato tem que pensar muito portanto são 4 anos é mais a releição se for o caso pense é reflita seus pensamento nesse meio de transporte que está acabando.com muito descaso de quem está no poder. mais uma pergunta o que levá tantas désátivações de nossas ferrovias ao longo de tanto anos como séria hójé o nosso patriarca de nossas ferrovias vendo tudo isso sendo lápidado na mão de grupos extrángeiros nó segmento de lógistica que hójé atua em nossas ferrovias o que for de interese deles sobrevive o que não for desáparece tanto na ferrovia é nas velhas construção como estação abandonada esquecido é destruidas pelo tempo é descaso.abs marcelo.fica com deus.

Deixe seu Comentário