04/10/14

CASCATA

DATA DA EXPEDIÇÃO: 15.12.2013
DESTINO: Estação Cascata
LOCALIZAÇÃO: Município Águas da Prata – SP
COORDENADAS: 21°51’33″S 46°40’39″W
TRILHOS NO LOCAL: Sim, em pleno uso
ANO DA CONSTRUÇÃO: 1886
CONSTRUÇÃO: Companhia Mogiana de Estradas de Ferro
STATUS DO PRÉDIO: Em pé, mal conservado, abandonado e fechado
EQUIPE DE VIAGEM: Marcelo Tomaz, Pedro Gandra de Carvalho, José Antonio Thomaz, Roberto Baptista Piteri, Luis Fernando Pecchiore Bastos, Humberto Alvarenga Junior e Douglas Bulhões

O FILME:

RESUMO DA EXPEDIÇÃO:
Fui até a estação Cascata com vários amigos e também pesquisadores ferroviários especializados naquele trecho. Aproveito inclusive, para deixar aqui o agradecimento aos parceiros: Douglas Bulhões, Junior Alvarenga e Luis Fernando Pecchiore Bastos, pela companhia, pelo conhecimento compartilhado, pela disponibilidade, presteza e também pelo ideal, que os mantém até hoje na linha. Cascata está em pé, porém fechada e abandonada à sua própria sorte. Andamos por lá, vimos cada detalhe do prédio, e o quão triste é a constatação daquele descaso visto de perto e sem filtro algum. É um prédio grande, com a plataforma parcialmente sem cobertura, com as mãos-francesas já enferrujadas, portas e janelas em frangalhos, enfim, uma lástima. Por lá, ainda estão os dísticos, com uma tipografia marcante, no estilo Art Déco (imagino) ainda legíveis, a linha ativa, as placas de “Apite” e mais nada. Havia também um som de água caindo, que nos acompanhava o tempo todo, e imagino ser da Cascata que provavelmente batizou o local, bem defronte o prédio da estação, infelizmente não fui até lá para conferir. É uma vilinha que fica numa região lindíssima, e certamente poderia encontrar alguma função para aquele belo prédio ferroviário, que não apenas servir de sustentação para faixas promocionais e informativas (vide mini-filme). Exploramos, documentamos e partimos para Tajá, uma estação já demolida, no meio da montanha, em que não se chega de carro, apenas pelo leito da linha, passando pelo famoso “Pontilhão do Tajá”, o que já é uma outra história, rerere… Aguardem!

PANORÂMICAS DA ESTAÇÃO:
Com o compromisso de oferecer o máximo de detalhes que puder colher em cada local visitado, agora disponibilizo também imagens panorâmicas, para que tenham a sensação não só da estação, como também do seu entorno, espero que curtam.

CASCATA_PANORAMICA_01

Frontão de Cascata.

CASCATA_PANORAMICA_02

Plataforma em detalhe.

CASCATA_PANORAMICA_03

Estação Cascata.

FOTOS DO LOCAL:


MAPA DO LOCAL:

POSTER DA ESTAÇÃO:
A cada estação visitada, seleciono uma imagem que julgo melhor refletir a expedição e a transformo num poster, unindo texto e imagem numa combinação de apelo bastante visual.
POSTER CASCATA

POST ABERTO À COLABORAÇÃO:
A partir da publicação de cada post inicial pelo autor, fica aberto aos colaboradores e interessados, o envio de materiais para mantermos atualizadas as informações sobre cada estação. Este site tem como principal objetivo resgatar através imagens, vídeos e textos um pouco da história ferroviária do país. Todo o conteúdo de cada post inicial é original e produzido pelo próprio autor e sua equipe de viagem, visando contribuir de fato, para o crescimento do acervo de informações sobre cada estação, sua história e seus personagens.

6Comentários

  1. 09/10/14 às 15:33
    marcos antonio silva:

    ano de sua construção 1886 o que aconteceu no municipio de aguas da prata em nosso interior paulista com a chegada dessa ferrovia quantos sonhos progresso vidas ja se passaram por dentro das sua instalações nesse periodo de vida mais o tempo passar para todos inclusive na sua construção da estação Cascata aqui sua historia esta sem vida sem brilho com ação do tempo e do homem na sua conservação as vezes não devemos culpar apenas os nossos governantes estaduais ou federais mais sim os municipio juntamente com seus empresarios em preservar esta requilia que foi construidas para trazer para esta região o progresso ou outra forma de se locomover por este trilhos que estão ai mais nem tudo e placa e palavras mais sim a ação na sua conservação desta pequena estação ate quando vai suporta nesse descasos nesta região a propria iniciativa privada tem sim parcelas de culpa nesse descaso com esse patrimonio que aqui chegou e parou em sua vida util na questão vidas e sonhos que foram barrados com sua desativação nesse quisito em transporte de passageiros vamos preservar o pouco que resta desta historia vividas por muitos e pouco se faz.abs

  2. 10/10/14 às 13:39
    marcos antonio silva:

    aqui estação Cascata apesar da sua longa vida desde da sua construção não esta sendo devidamente cuidada por quem deveria cuidar desse patrimonio que atraves do tempo vai se apagando por completo em todos os sentidos passado aqui não deve continuar para muitos nesta região como estamos vendo nesta reportagens para os orgãos compentente não importar sua historia de desbravamento para se chegar a esta região que esse meio de transporte trouxe para muitos vidas e sonhos atraves do seu caminho de trilhos ate quando vai suporta tudo isso com tanto descasos em sua construção so o tempo vai dizer abs.

  3. 13/10/14 às 20:11
    marcos antonio silva:

    a cada amanhecer a cada anoitecer quantos sonhos alegrias se passava por dentro de cada composições das velhas locomotivas que cruzavam seus caminhos de trilhos hoje o silençio faz parte do segmento que se acabou por onde existiu as estradas de ferro hoje o que restou são apenas 3 formas de se pensar na fe na esperança e no amor ate mais marcelo .

  4. 28/10/14 às 22:07
    marcos antonio silva:

    belo cenario que faz parte dessa historia da estação Cascata mais ate quando alguem vais tomar coragem de cuidar desse patrimonio mesmo pequena em sua construção mais muitas historias se passou por dentro de suas estalações em quanto houve vida no tansporte de passageiros nessa região que hoje ver sua historia ferroviaria se apagar com o passar do tempo acorda prefeito e seus vereadores que não fazem nada para sua preservação abs a todos .

  5. 21/04/15 às 21:46
    marcos antonio silva:

    sera que a iniciativa privada não tem interesses em preservar e recuperar essas construções que estão abandonadas atraves dos tempos para outro fins como propagandas como existe dentro dos vagoes dos metro em nossa cidade de são paulo em como muitas outras cidades fora de nosso pais ao mesmo tempo trazer de volta os trens turisticos que estão desativados em tantos lugares em nosso pais seria um otimo atrativo para muitas regiões aonde ainda exista a estrada de ferro e a unesco porque não toma nenhuma iniciativa nesse segmentos que estamos sempre falando nesse tema estaçoesbrasileiras a verdadeira historia esta aqui basta curti e acompanhar e deixar seus comentarios nesse que e a verdadeira historia ferroviaria de nosso pais abs a todos

  6. 12/12/16 às 14:59
    Matheus – Como fazer fonte de água:

    Lugar fantástico, deve ter uma grande história. excelente artigo.

Deixe seu Comentário