12/12/13

CASA BRANCA NOVA

DATA DA EXPEDIÇÃO: 17.03.2013
DESTINO: Estação Casa Branca Nova
LOCALIZAÇÃO: Município Casa Branca – SP
COORDENADAS: 21°47’18″S 47°05’58″W
TRILHOS NO LOCAL: Sim, em pleno uso
ANO DA CONSTRUÇÃO: 1951
CONSTRUÇÃO: Companhia Mogiana de Estradas de Ferro
STATUS DO PRÉDIO: Em pé, cercada, fechada e com uma parte servindo como academia de Judô
EQUIPE DE VIAGEM: Marcelo Tomaz, Jorge Luís Caleffi e Douglas Bulhões

O FILME:

RESUMO DA EXPEDIÇÃO:
Estive em Casa Branca juntamente com o meu companheiro de expedições e fotógrafo Jorge Caleffi, aonde encontramos o nosso futuro amigo e até então guia local, Douglas Bulhões. Era de manhãzinha, num dia feio e cinzento, mas que reservava inúmeras aventuras e desventuras que serão gradativamente compartilhadas por aqui nesta e em outras tantas postagens porvindouras. Isso posto, logo partimos para a estação, e a minha reação ao vê-la, foi de imensa tristeza. Esta estação juntamente com algumas outras do trecho fazia parte da minha infância, passei por ali inúmeras vezes vindo de Ribeirão Preto e seguindo para Aguaí acompanhando o meu saudoso avô Pedro, e sempre me chamou a atenção o fato dela possuir duas plataformas de embarque, pois as demais, tinham apenas uma. Fechada, semi-abandonada, cercada e em alguns pontos tomada pelo mato, ainda assim aquele prédio me dizia algo, ele tinha relação antiga comigo e isso contava muito. Andei por lá, vi tudo, a escadaria frontal, os dísticos, as lousas, as duas plataformas, trens manobrando, as placas com os nomes da estação anterior e posterior, uma de cada lado da plataforma. Porém, o que me chamou muito a atenção, foi sem dúvida, um pai com o seu filhinho no colo, atravessando um buraco da cerca (bem precária por sinal), para mostrar a ele o trem em atividade. Enquanto andava pela plataforma, ia narrando para o garotinho o que acontecia com o “trenzão”. Aquela cena, naquele horário (sim, era muito cedo mesmo), foi impagável, e me fez crer que podem até tentar acabar com a história ferroviária do Brasil, como aliás estão fazendo com louvor, mas ainda assim, haverá gente obstinada como aquele pai, fazendo o seu papel e transmitindo experiências e valores ao seu rebento seja através do tema ferroviário ou qualquer outro, que dificultarão e muito a tarefa destes obtusos. Por lá, o Douglas que também é um pesquisador ferroviário, nos contou histórias e demonstrou bastante frustração pela forma com que tudo caminha, andamos pelo leito, vimos o grande pátio bem em frente ao prédio da estação, reservado para um tal “Porto seco” que acabei não sabendo se de fato foi ativo ou não, e então seguimos rumo a Briaréu, uma velha estação pouco adiante desta, mas com um charme todo especial.

FOTOS DO LOCAL:

MAPA DO LOCAL:

POSTER DA ESTAÇÃO:
POSTER CASA BRANCA NOVA

POST ABERTO À COLABORAÇÃO:
A partir da publicação de cada post inicial pelo autor, fica aberto aos colaboradores e interessados, o envio de materiais para mantermos atualizadas as informações sobre cada estação. Este site tem como principal objetivo resgatar através imagens, vídeos e textos um pouco da história ferroviária do país. Todo o conteúdo de cada post inicial é original e produzido pelo próprio autor e sua equipe de viagem, visando contribuir de fato, para o crescimento do acervo de informações sobre cada estação, sua história e seus personagens.

3Comentários

  1. 12/12/13 às 22:50
    marcos antonio silva.:

    olá marcelo. mais um coméntário sobre está estação casa branca nova. como podemos ver novamente o que leva a sua desátivação no segmento de passageiros. mesmo assim ainda está fucionando como no transporté de cargas .por qual razão tantas estações ou linhá ferréa continúa sendo desátivadas por completo.como ficou esses morádores destá região quando foi encerrada o transporté de passageiros o que levou. qual a razão de tudo isso.se constroi. se gasta muito nestá construções para alguns anos fiqué tudo largado a própria sorté.como podemos ver nestá reportagens o seu tempo de existencia é de apenas ( 62 anos ) pouco tempo de utilidades nesté segmento. olhando nestá fotos destá reportagens marcelo tudo levá acré que é mais um grande descaso não só nesse segmento chamado ferrovia. mais sim com a população destá região.hojé nosso pais chamado brasil esta´infelismente entregando nossos património tanto nas ferrovias.como nas estradas estaduais é federal.como também no fundo do mar para retirada do petróleo nas maõs de grupos extrángeiros. quanto isso todo esse patrimonio como estámos vendo está sendo entregue de mão beijada para esses grupos. que vém aqui ditá as regras é o nosso governos obedece sem reclamá. exemplo maior marcelo foi quando foi vendida a vále do rio doce.por um preço menor de mercado uma reserva de minerio carvão etc.que pela pesquisa ainda tinha tudo isso por mais de 300 anos.está marcelo é a nossa realidade com todo esse patrimonio desté das ferrovias como sempre em outros segmentos como nós sabemos vende é não repase. para saúde educação no transporté como sempre na segurança. habitação.é outros mais está é a mais purá realidade desté brasil que não importá com tudo aquilo que foi construido com tanto esforço é dedicação para que nós ou nossos filhos pudese um dia aproveitá tudo isso. quanto está estação toda cergada como se fosse um campo de concetração como no passado ninguém entrá ninguém sai. que pais é esse marcelo será que algum dia vai existir alguém de coragem para muda tudo isso que estámos vendo hojé graças ao seu trabalho para resgatá o pouco que restá desse segmento chamado ferrovia no passado foi orgulho. no presente é futuro largado a própria sorté. sorté está que estamos vendo tudo abandonado sem esperança de ser reativada.em muitas delas. esté marcelo é o pais que vivemos sem esperançã para muitás cosisas. fica com deus até a proximá postagens. de marcos silva. abs.

  2. 03/11/15 às 18:59
    Marcelo:

    Olá Marcelo, aqui em Casa Branca existe a estação velha, que também foi construída pela Mogiana. Fiquei surpreso por não ter encontrado registro dela aqui no site, somente da estação nova. Nas dependências da estação velha, funciona hoje a sede da Prefeitura Municipal, se quiser posso fazer algumas fotos do local e enviar junto de um breve histórico sobre a mesma.
    Um abraço
    Marcelo

  3. 03/11/15 às 19:08
    marcelo:

    Olá Marcelo, estive lá sim, mas ainda não consegui postá-la. Entrei, andei por lá e vi o estado de tudo, inclusive do antigo pátio. Logo posto ela aqui… abs

Deixe seu Comentário