09/10/12

BOA VISTA VELHA

DATA DA EXPEDIÇÃO: 10.02.2012
DESTINO: Estação Boa Vista Velha
LOCALIZAÇÃO: Município Campinas – SP
COORDENADAS: 22°53’11.49″S 47° 8’33.51″W
TRILHOS NO LOCAL: Sim, em uso
ANO DA CONSTRUÇÃO: 1875
CONSTRUÇÃO: Companhia Paulista de Estradas de Ferro
STATUS DO PRÉDIO: Em pé, porém abandonado e depredado
EQUIPE DE VIAGEM: Marcelo Tomaz

O FILME:

RESUMO DA EXPEDIÇÃO:
Estive sozinho em Boa Vista Velha quando vinha de Cordeirópolis e seguia para Paranapiacaba. Passar por lá, foi uma experiência interessante, o local é um antigo entroncamento da Companhia Paulista e por lá, vê-se muito da situação atual das ferrovias no país, que é uma mistura de abandono e utilização extrema. Abandono de tudo que não serve mais, como material rodante e o antigo prédio, e o uso extremo das vias ainda ativas até o seu limite, explorando tudo o que pode ser explorado de forma fria e pragmática. Boa Vista Velha está exposta, seu prédio está num estado sofrível, todo pichado, quebrado, com o teto caindo em algumas partes, seu assoalho já não existe mais a tempos, deixando o pavimento inferior (porão?) à vista, enfim, é triste de se ver. Atrás do prédio construiram uma estação de rádio-base (antena de operadora de telefonia celular), e também tem uma fábrica de concreto, fora isso, é mato, sujeira e mais mato. Alguns vagões abandonados completam o cenário. Os dísticos ainda estão lá, legíveis, por incrível que possa parecer, agora as lousas e placas de quilometragem e altitude, nem sinal. Para chegar até ela, tive que deixar a “Pretona” num pontilhão um pouco à frente, no sentido de Hortolândia, e seguir a pé, o que se revelou uma experiência introspectiva muito boa, num alvorecer bonito, de um dia que prometia muito. De lá, segui para Boa Vista Nova, um pouco à frente, seguindo a variante através de algumas favelas.

FOTOS DO LOCAL:


MAPA DO LOCAL:

POSTER DA ESTAÇÃO:
A cada estação visitada, seleciono uma imagem que julgo melhor refletir a expedição e a transformo num poster, unindo texto e imagem numa combinação de apelo bastante visual.

POST ABERTO À COLABORAÇÃO:
A partir da publicação de cada post inicial pelo autor, fica aberto aos colaboradores e interessados, o envio de materiais para mantermos atualizadas as informações sobre cada estação. Este site tem como principal objetivo resgatar através imagens, vídeos e textos um pouco da história ferroviária do país. Todo o conteúdo de cada post inicial é original e produzido pelo próprio autor e sua equipe de viagem, visando contribuir de fato, para o crescimento do acervo de informações sobre cada estação, sua história e seus personagens.

Conteúdos Relacionados:

5Comentários

  1. 09/10/12 às 15:48
    Alexandre ET Cseri:

    Excelente tua iniciativa..
    Infelizmente o atual estado das estações ferroviárias brasileiras não é das melhores.
    Muitas não existem mais (é uma pena).
    Parte da história de várias cidades se perdeu com o descaso e abandono das mesmas, incluído algumas linhas férreas que foram removidas por “administradores” ignorantes..
    Aqui em Itapetininga- SP, não é diferente.
    Mesmo com o uso pela ALL, e o restauro da Estação Central, e Antigas Oficinas da FEPASA, (hj utilizadas como ponto de consumo de drogas), o restante do pátio de manobras, capela, etc…já não existem mais.
    Quatro estações, dentro do município, só restam pedaços da base, e uma linda caixa de água (por enquanto).
    Agora , com a proposta do DNIT, da retirada dos trilhos da cidade, as portas para a destruição do que resta, incluindo a Vila Ferroviária, já bastante descaracterizada, correrão o risco de desaparecer por completo, assim, como parte da história da cidade..
    Lastimável.
    Apresentei uma proposta para a implantação de uma regional da ABPF, e restauro de uma locomotiva a vapor 4-8-0 (só existem 3 no país), para posterior uso como Trem Turístico Cultural no município (temos aprox.50 km de linha).
    Mas, a burocracia e falta de visão turística, são os principais entraves..
    Abraço.
    Apoio tua iniciativa.

  2. 09/10/12 às 16:49
    marcelo:

    Olá Alexandre, muito obrigado pelo apoio e, tenha certeza que enquanto eu puder bancar este projeto, estarei em cada canto do Brasil atrás de história e estórias. Todas cuidadosamente compratilhadas com vcs por aqui. Abs.

  3. 01/05/13 às 0:17
    irineu de souza soaes:

    deveria ter ido até hortolandia à menos de 10 km voltando sentido inverso a campinas . mas tenho boas notícias iniciou-se a restauração da estação , só não sei se nos padrões que se exige .
    Dá uma olhadinha lá vai ser uma boa notícia p/ os que apreciam sua página

  4. 01/05/13 às 12:55
    marcelo:

    Oi Irineu, eu tentei ir até lá, mas o tempo estava curto. Volto logo lá, ok? Abs

  5. 13/08/13 às 2:08
    marcos antonio silva:

    está pede por socorro pelo que pudemos ver ném os vagões escaparam de vandalismo em torno destá antiga estação totalmente abandonada pelo atuais governos ou logistica o que for interesse dele continua o que não for esquece a propria sorté abs.

Deixe seu Comentário