07/02/17

BARRACÃO

DATA DA EXPEDIÇÃO: 09.04.2011
DESTINO: Estação Barracão
LOCALIZAÇÃO: Município Ribeirão Preto – SP
COORDENADAS: 21°9’33″S 47°48’50″W
TRILHOS NO LOCAL: Sim, seccionados, mas ainda lá
ANO DA CONSTRUÇÃO: 1900
CONSTRUÇÃO: Companhia Mogiana de Estradas de Ferro
STATUS DO PRÉDIO: Fechado, porém relativamente conservado e sem função
EQUIPE DE VIAGEM: Marcelo Tomaz

O FILME:
“Aguardem!”

VEJAM MINHA ENTREVISTA NA ESTAÇÃO BARRACÃO PARA O PORTAL G1 EM 19/07/2012:

RESUMO DA EXPEDIÇÃO:
Barracão fez parte da minha infância, pois estava no meio do caminho entre o centro de Ribeirão Preto e o bairro onde morava, na zona norte da cidade. Passava por ali muitas vezes por dia e em nenhuma delas ousava não admirar a beleza e imponência daquele prédio. Barracão recebeu este nome devido a sua proximidade com um grande galpão, um tipo de hospedaria que abrigava imigrantes que chegavam a Ribeirão. Dali saia o Ramal de Sertãozinho, que durante anos ligou a linha da Mogiana a da Paulista, tendo na estação de Passagem o seu elo de união. Andei por ali muitas e muitas vezes, sempre tendo o ponto-de-vista único dela, a partir da Avenida Dom Pedro I, um acesso natural ao prédio da estação. Certa vez, resolvi subverter a ordem natural das coisas e olhá-la por outro ângulo, andei até o ponto aonde a linha faz uma grande curva e voltei, apenas para vê-la por outra posição, me permitir um novo prisma sobre algo já há muito conhecido. E não é que deu certo? A partir daquela experiência, pude entender que as nossas avaliações sempre estão vinculadas aos nossos pontos-de-vista, e foi o velho “Barracão” que me mostrou isso, com as suas diversas nuances, histórias e charme. Ali ainda estão os trilhos, descontinuados, mas lá, também o prédio, plataforma coberta, dísticos legíveis, casas da antiga vila, desvio, enfim, ainda muito se vê do que um dia foi um ponto ativo e altivo da história ferroviária da Mogiana. Pela sua facilidade de acesso e localização urbana, é um ponto onde se vê pessoas dedicarem alguns minutos das suas vidas andando e refletindo acerca do que um dia foi aquilo e se, um dia voltará a ser. Já vi gente jovem, velhos, crianças, todos por ali, ao redor da estação, brincando, contando “causos” e por vezes em silêncio, este sim, pertubador. Barracão é um pedacinho ainda conservado do que um dia Ribeirão Preto teve de história colonial, ferroviária e migratória. Barracão vive dentro de mim, e espero que isso dure muito ainda…

FOTOS DO LOCAL:



MAPA DO LOCAL:

POSTER DA ESTAÇÃO:
A cada estação visitada, seleciono uma imagem que julgo melhor refletir a expedição e a transformo num poster, unindo texto e imagem numa combinação de apelo bastante visual.
POSTER BARRACAO

POST ABERTO À COLABORAÇÃO:
A partir da publicação de cada post inicial pelo autor, fica aberto aos colaboradores e interessados, o envio de materiais para mantermos atualizadas as informações sobre cada estação. Este site tem como principal objetivo resgatar através imagens, vídeos e textos um pouco da história ferroviária do país. Todo o conteúdo de cada post inicial é original e produzido pelo próprio autor e sua equipe de viagem, visando contribuir de fato, para o crescimento do acervo de informações sobre cada estação, sua história e seus personagens.

1Comentários

  1. 28/02/17 às 1:43
    marcos antonio silva:

    que belo cenario onde sua historia começa não e mesmo marcelo de um tempo que jamais poderia para de um tempo onde se deu muitas historias e lutas nesse tema que abrange ferrovias porque tudo se acabou dessa forma de tantos desmando e descasos nesse transporte sobre trilhos por onde se levou tantos progressos de onde surgiu grandes cidades atraves dessa maravilha chamada estrada de ferro como seria se tudo ainda estivesse em plena atividades não mesmo marcelo que bela historia de sua vida. parabens mais uma vez marcelo que sua luta em resgatar a historia ferroviaria não pare por ai.abs marcelo de marcos silva de carapicuiba.

Deixe seu Comentário