04/06/12

ARARAQUARA

DATA DA EXPEDIÇÃO: 27.12.2011
DESTINO: Estação Araraquara
LOCALIZAÇÃO: Município Araraquara – SP
COORDENADAS: 21°47’43.80″S 48°10’16.31″W
TRILHOS NO LOCAL: Sim (em uso)
ANO DA CONSTRUÇÃO: 1885
CONSTRUÇÃO: Estrada de Ferro Rioclarense
STATUS DO PRÉDIO: Em pé, hoje é um museu e também um depósito de material rodante
EQUIPE DE VIAGEM: Marcelo Tomaz, Daniel Franc e Vinicius Costa

O FILME:

RESUMO DA EXPEDIÇÃO:
Araraquara para nós era como a Disneylândia para um grupo de crianças. Nem o pneu furado do “Pretinho” logo no começo da expedição fez com que desistíssemos do objetivo. A estação de Araraquara é hoje um museu da ABPF (Associação Brasileira de Preservação Ferroviária) dedicado a riquíssima história ferroviária da cidade, região e de todo o estado de São Paulo. Andar por lá foi uma aventura inesquecível, fizemos de tudo, conhecemos o museu, a sua história, vimos detalhes de trens em ação, vimos pedaços da história em diferentes momentos, andamos em cima de vagões, dentro de locomotivas abandonadas e captamos muito da essência daquele lugar nas nossas imagens e vídeos. Hoje tudo no pátio de Araraquara beira o abandono, exceto a linha tronco e as composições novas da ALL e Rumo que vimos manobrando por lá. Conhecer Araraquara foi emocionante, vejam a galeria de fotos e o mini-filme e me digam se não é mesmo uma Disneylândia para os aficcionados por trens? De lá seguimos para Bueno de Andrada em busca de coxinhas… ops, de histórias ferroviárias.

FOTOS DO LOCAL:

MAPA DO LOCAL:

POSTER DA ESTAÇÃO:
A cada estação visitada, seleciono uma imagem que julgo melhor refletir a expedição e a transformo num poster, unindo texto e imagem numa combinação de apelo bastante visual.

ILUSTRAÇÃO DO LOCAL:
Tendo como base as imagens reais de cada local colhidas pelo Projeto Estações Brasileiras, eu desenvolvo uma ilustração que retrate emocionalmente o espírito de cada estação/parada, ou mesmo do seu entorno, no caso de já não existirem mais. A intenção é que sirva de estímulo para a interpretação crítica de cada um, seja de forma positiva, negativa, carregada de saudosismo, ou mesmo de forma contemplativa apenas. Espero que curtam.

POST ABERTO À COLABORAÇÃO:
A partir da publicação de cada post inicial pelo autor, fica aberto aos colaboradores e interessados, o envio de materiais para mantermos atualizadas as informações sobre cada estação. Este site tem como principal objetivo resgatar através imagens, vídeos e textos um pouco da história ferroviária do país. Todo o conteúdo de cada post inicial é original e produzido pelo próprio autor e sua equipe de viagem, visando contribuir de fato, para o crescimento do acervo de informações sobre cada estação, sua história e seus personagens.

Conteúdos Relacionados:

11Comentários

  1. 09/07/12 às 21:17
    Regina Martins:

    Estou achando fantástico e estou admirada desse arquivo que é fantástico. Estou fazendo propagando no facebook!!
    Por favor, continuem, o tempo que for necessário. Não há dinheiro que pague!!
    Parabpens!!!

  2. 17/07/12 às 3:28
    Natalia:

    Que site maravilhoso. Estou trabalhando em um projeto acadêmico que envolve a estação Barão de Maua, mais conhecida como Leopoldina, no Rio de Janeiro. Percebo o quanto é dificil conseguir um bom material e uma visita de qualidade, dadas as inumeras vezes que estive la. Excelente material, continue esse trabalho!

  3. 18/07/12 às 23:07
    julia:

    Olá, bom vi a reportagem de hoje no Jornal da EPTV, ai entrei no site para ver as estações e adorei, mas também vi que lá não está a estação de Torrinha, então, resolvi te escrever porque acho que ela merece estar nesse site também, mas pode até ser que já está no seu próximos percusos a procura de estações, mas como é uma cidadezinha pequena e não é muito conhecida…bom não sei se você conhece Torrinha, mas se não conhecer ela fica perto de Brotas, é a próxima cidade depois de Brotas seguindo Brotas a Santa Maria da Serra, são mais ou menos 125/Km daqui de Araraquara….falando do seu projeto adorei muito por que eu era criaça também amava quando meus pais decidiam vir passear aqui em Araraquara por que nos vinha de Trem, era muito bom. Parabéns a esse trabalho que esta fazendo…

  4. 19/07/12 às 12:11
    Leonardo Oliverio:

    Prezados, se me permitem a correção, esta estação pertenceu a antiga EFA (Estrada de Ferro Araraquara), que se ligava a Estrada de Ferro Rioclarense. Em tempo, sendo possível, me contatem, pois possuo material sobre algumas estações da região de Taquaritinga, podendo deste modo enriquecer o material de seu site.

  5. 19/07/12 às 22:40
    cristina rossi:

    Parabens…amei a materia..ideia genial..

  6. 19/07/12 às 22:54
    Sandra:

    fiquei encantada com o site. Realmente, a “Terrinha” (meu modo de chamar Araraquara) tem uma estação que, juntamente com a estação de Bueno de Andrade, é um patrimônio histórico das minhas memórias. Meu pai construia partes das locomotivas, iniciou na EFA e aposentou-se na Fepasa. Um dos meus tios era maquinista, o meu avô trabalhava nas linhas e cresci no meio dos ferroviários, pois vivi muitos anos na Vila Ferroviária. Ocasionalmente, na estação de Araraquara, há um bar com música ao vivo, muito especial… Em abril aconteceu o II encontro de ferreomodelismo lá, até coloquei um anúncio num dos meus blogs (http://araraquareando.blogspot.com.br/search/label/Museu%20ferrovi%C3%A1rio) Parabéns pela iniciativa!!!

  7. 20/07/12 às 20:05
    Ana Telma Paulo Camilo:

    Fico encantada e triste ao mesmo tempo em ver tudo isso. Viajei muito por estradas de ferro. Morava em Guatapará, e par ir pra Ribeirão Preto tínhamos a Mogiana e para Araraquara, a Paulista. Tempos, bons, transporte barato e seguro. Tenho muitas saudades. Queria sugerir a essa equipe maravilhosa que trabalha nesse projeto estações brasileiras, fizesse o caminho do ramal da Mogiana, de Ribeirão Preto a Guatapará, ainda deve existir alguns prédios das estações que ficavam nas fazendas que eram servidas pelo ramal. Parabéns a vocês pelo trabalho!!!!!

  8. 11/09/12 às 5:19
    glaucia:

    eu nasci e fui criada na vila ferroviaria de Araraquara e tenho muitas saudades dessa época de minha infancia

  9. 11/09/12 às 10:58
    marcelo:

    Oi Ana Telma, já fizemos este trajeto e logo postaremos as estações deste trecho. Infelizmente, a maioria delas já não existe mais. Abs e obrigado pelo reconhecimento.

  10. 27/04/15 às 2:41
    marcos antonio silva:

    aqui o passado esta em todas as formas possivel que jamais podemos se imaginar atraves dos anos que se foi de uma historia verdadeira sobre trilhos quantas locomotivas que estamos vendo aqui que fizeram parte da historia desse lugar maravilhoso que tambem foi apagado atraves do tempo e da sua privatizações desses governos que tiraram sua responsabilidade nesse segmento estrada de ferro o sonho de se locomover atraves dessas reliquias que estão ai todas abandonadas sucateadas por esta empresa (A L L) a frase que esta estampadas em seus vagões e locomotivas significa a gente nunca para mais para a historia dessa cidade no transporte de passageiro ja parou a muitos anos e so ver o tamanho do descasos em sua volta na conservação dessas reliquias que um dia fez parte de muitas historia e lutas de muitos aqui deram suas contribuição para o crescimento de tantas regiões que hoje estão esquecidas e abandonadas naquilo que fazia parte da historia ferroviaria de tantas regiões como aqui em araraquara mais seus moradores ainda tem o pouco que resta da verdadeira historia ferroviaria que um dia foi sonho e esperança para muitos abs a todos voce desse municipio de belos cenarios e de um povo lutador em todas as forma que se possa se imaginar de marcos silva carapicuiba são paulo abs.

  11. 09/08/15 às 15:52
    Edison florencio caetano:

    Estou muito feliz em ver minha cidade homenageada com nossa estacao de trem, saliento que sou ferroviarioo riundo da fepasa.Trabalho em Sao Paulo na CPTM faltando pouco para aposentar.

Deixe seu Comentário