04/09/13

ANTONIO JUSTINO

DATA DA EXPEDIÇÃO: 19.05.2012
DESTINO: Estação Antonio Justino
LOCALIZAÇÃO: Município Altinópolis – SP
COORDENADAS: 20°57’16.74″S 47°12’19.93″W
TRILHOS NO LOCAL: Sim, apenas em alguns trechos
ANO DA CONSTRUÇÃO: 1924
CONSTRUÇÃO: Estrada de Ferro São Paulo e Minas
STATUS DO PRÉDIO: Demolido, restando apenas a caixa-d’água e a plataforma de concreto no meio do mato
EQUIPE DE VIAGEM: Marcelo Tomaz, Vinicius Costa e Jeferson Tomaz Querino

O FILME:

RESUMO DA EXPEDIÇÃO:
Antonio Justino está demolida e tomada pelo mato alto ao seu redor. Quando estivemos lá, antes de encontrá-la de fato, nos deparamos com um prédio, que somente depois viemos saber, que era o de uma escola, e por isso, quase o documentamos de forma equivocada. Graças ao espírito inquieto do “Benício”, parceiro de várias expedições, encontramos o ponto exato aonde se localizam os antigos restos da plataforma, um pouco adiante e mais “embrenhado” no mato, o que dificultou sensivelmente o acesso. Bem, andamos por todo o local, que é lindíssimo por sinal, pudemos ver as montanhas do sul de Minas Gerais, por onde serpenteava a linha da E.F.S.P.M. que ligava São Simão (e Ribeirão Preto)  à São Sebastião do Paraíso, tudo isso, ao som de um vento gostoso e um céu azul memorável. Por lá, ainda encontram-se a base da plataforma em frangalhos, a caixa-d’água e alguns pórticos, que não sei ao certo o que são. Próximo dali existe um lugar chamado: Serra da Mesa, que é um platô, com um “Cristinho” e uma capelinha em cima, de onde se tem uma vista maravilhosa e que vale a pena ser compartilhada. Depois de explorarmos todo o local, seguimos para nosso próximo destino, que era Guardinha, já postado aqui no site. É isso.

FOTOS DO LOCAL:

MAPA DO LOCAL:

POSTER DA ESTAÇÃO:
A cada estação visitada, seleciono uma imagem que julgo melhor refletir a expedição e a transformo num poster, unindo texto e imagem numa combinação de apelo bastante visual.
POSTER ANTONIO JUSTINO

POST ABERTO À COLABORAÇÃO:
A partir da publicação de cada post inicial pelo autor, fica aberto aos colaboradores e interessados, o envio de materiais para mantermos atualizadas as informações sobre cada estação. Este site tem como principal objetivo resgatar através imagens, vídeos e textos um pouco da história ferroviária do país. Todo o conteúdo de cada post inicial é original e produzido pelo próprio autor e sua equipe de viagem, visando contribuir de fato, para o crescimento do acervo de informações sobre cada estação, sua história e seus personagens.

3Comentários

  1. 14/09/13 às 23:58
    marcos antonio silva.:

    como podemos começar sobre esse tema que abrange o segmento chamado ferrovia.ano de sua construção 1924 o que aconteceu com essa ferrovia para se torna nesse grande descaso como podemos ver nessa reportagem.mais uma ferrovia de longo percurso desátivada ao longo dos anos. qual interrese com a sua desátivação por completo.o que se transporta-va naquela epóca não muito distante.quanto foi investido nesse ramal tanto na ferrovia como na estação que existiu por aqui o que levou mais uma vez na sua completa desátivação.como podemos ver nesse documéntario o cenário por onde passava os trens é bem perfeito muitas plánice algumas montanhas ao fundo.como foi o tempo de sua existencia indo é vindo nesse ramal entre esses dois estado são paulo é minas gerais. o que se transporta-va naquela epoca cargas ou passageiros.nós que estamos vendo sempre nesse quisito sobre ferrovias existé um grande descaso nesse percurso entre esses dois estados.não só nessa estação mais em outras como podemos ver nesse documéntarios.quanto tempo levou para sua construção quanto se gastou naquela epoca.para se torna nisso hojé.a velha estação está totalmente destruidas com o passar dos anos a vegetação está retomando seu lugar que foi retirado no passado.os trilhos não se ver mais como sempre ou foram retirados por completo ou estão também coberto pela vegetação.como podemos imaginar como erá la trás com a movimentação dos trens naquela epocá nesse dois estado.hojé o que podemos ver o que restou foram apenas a velha caixa d /água a plataforma totalmente coberta pela vegetação.o que erá a estação só restou a sua estrutura do meio do mato.como ficou os moradores nessa região naquela epoca com sua desátivação.é os vilárejos ao seu redor dessa que já foi um dia o segmento chamado ferrovia como ficou também sera que nos tempo de hojé ainda existá algum vilárejos em atividade.o que levou para ser desátivado essa ferrovia entre esses dois estádos.pelo jeito nunca saberemos .porque tudo que for de interrese desses governos em lucra nesse segmento é vantagem o que não for fica nessa situação como estámos vendo tudo esquecido tudo abandonado tudo escondido no meio da vegetação.esse é o grande descaso como sempre nesse meio de tranporte chamado ferrovia.ao longo dos anos o nosso estado perdeu muito nesse transporte tanto de cargas como de passageiros alquem do governos tém algumas explicações com tanto descaso não só nesse ramal como nos outro.o que parece mais uma vez é o grande descaso com esse patrimonio que tanto foi mais uma vez motivo de orgulho no passado.hojé no presente é futuro só se pensa em transportar tudo isso como cargas ou passageiros atraves da rodovias estradas sem seguranças autos pedágios em seus percursos.ai que está a questão de tanto abandono nas ferrovias por esses governos estadual é federal é ainda querem privatizar a rodovia 262 entre os estado de minas gerais com coritiba.hojé não existé mais aquela mágia de se transportado atraves de trens em longo percurso aproveitando belos cenários em seu trajeto como no passado.tudo isso marcelo ficou na lembraça de quem viveu naquela epoca nesse meio de transporté que foi glorioso.é mais quantas locomotivas chegava pelo porto de santos vindos de outros paises para tranporta a riqueza que existia nessas regiões como café açucar é outros segmento que se transportava por esse meio.chamado ferrovia hojé nossos governos não se preocupa em resgatar essa memoria de tantas lutas é glorias.que levou o progresso desse pais atraves desse meio de transporté que está esquecido adormecido para sempre em tantas regiões cidades vilárejos que dependiam desse meio de transporté. a festá que acontecia com suas inágurações no passado tanto para os moradores como para os ferroviarios em cada cidade hojé tudo isso ficou para trás.esse é o meio de transporté que envolve mágia sonhos de tantos passageiros que ficavam esperando os trens vim no meio das montanhas é de lugares tão distante.que tinham que trocar de locomotivas para se chegar a esses lugares esquecido pelos nossos governos. essa é a realidade desse meio de transporté que está acabando em grandes percursos.como estamos vendo sempre nesse documéntarios graças a voce marcelo é sua equipe.lugares que foram desbravados atrvés da ferrovias para se chegar ao outras cidades.é mais não tinha obstáculo para se chegar a esses lugares.nada empedia esse meio de transporté.com a dedicação dos bravos ferroviarios é sua equipe.quantas lagrimas de felicidade foram derramadapor esse meio de transporté ao chegar em outra cidade a espera de seus passageiros é seus familiares sobre esses trilhos que foi motivo de orgulho o que restou nesse segmento foram apenas a sua completamente desátivações por completo hojé o que prevalece entre esses governos é o grande descaso que empera nesse meio de transporté chamado ferrovias abs marcelo obigado por essa postagem nessa noite .fica com deus.

  2. 26/10/14 às 19:54
    marcos antonio silva:

    a cada visita no tema estaçoesbrasileiras como podemos definir o que houve ao longos dos anos nesta area chamada ferrovia com suas desativaçoes por diversas regiões desse estado tão rico na sua economia mais tão pobre na sua memoria em preservar a historia de nossa malha ferroviaria que trouxe tantos desenvolvimentos mais com o passar dos anos foi esqucido e desativado sem conta a sua verdadeira historia com sua chegada em nosso pais olhando para esse tema o que podemos entender de verdade que a nossa malha ferroviaria foi desimada por diversos orgãos incopetentes que deixou essa maravilha sobre trilhos chegar nessa situação de tantos abandonos em suas construções e ferrovias o que houve de verdade nesse segmento isso nos nunca saberemos e isso marcelo abs.

  3. 05/04/15 às 1:05
    marcos antonio silva:

    o que fala de um passado glorioso de tantas lutas para se chegar a tantos lugares desconhecido que jamais esta estrada de ferro pudesse atravessar caminho de tantos obstaculos em sua frente mais com toda dificuldade em um tempo de poucos recursos e tecnologia eles chegaram ao seu destino não importando as diversidades em todo seu trajeto muitas conquista foram feitas nesse periodo que as locomotivas trilhavam por esta ferrovias que existia hoje a propria realidade e outra muitos abandonos por este governantes que não dão a minima na historia de nossas ferrovias hoje grandes empresas logisticas que atuam em varios ramais em nosso estado e outras regiões pouco fazem para conservar a historia a luta de muitos que foram os desbravadores nesse segmento sobre trilhos hoje em 2015 pouco se faz para resgata e conserva a verdadeira historia ferroviaria nesse pais que não importa com esse passado vitorioso em muitas regiões por onde existiu esse caminhos de trilhos abs.

Deixe seu Comentário