12/11/11

ALTINÓPOLIS

DATA DA EXPEDIÇÃO: 23.10.2011
DESTINO: Estação Altinópolis
LOCALIZAÇÃO: Município Altinópolis – SP
COORDENADAS: 21° 1’43.09″S 47°22’18.68″W
TRILHOS NO LOCAL: Sim (sem uso)
ANO DA CONSTRUÇÃO: 1909
CONSTRUÇÃO: Estrada de Ferro São Paulo e Minas
STATUS DOS PRÉDIOS: Um é utilizado como sede de um clube da terceira idade, o outro serve como moradia
EQUIPE DE VIAGEM: Marcelo Tomaz, Claudinéia de Marchi, Edson Souza de Jesus, Magali M. S. de Jesus e Dog

O FILME:

RESUMO DA EXPEDIÇÃO:
Altinópolis oferece uma enorme variedade de aventuras, grutas, cachoeiras, trilhas, rafting e a que escolhemos para o final de semana foi: “Descobrir Estações Ferroviárias”. A estação de Altinópolis na verdade são duas, uma bem ao lado da outra, ambas abandonadas, uma servindo de clube para idosos, a outra como residência (não pudemos entrar para conferir, mas os indícios eram estes). A cidade possui uma localização privilegiadíssima, está sobre um platô de onde se tem uma vista maravilhosa. Os trens já não trafegam mais por lá há anos, na parte de trás das estações, onde antigamente passava o leito da linha, o mato tomou conta. Para conseguirmos imagens de lá, tivemos que entrar em algumas moitas e passar por algumas cercas. Ao lado do prédio da estação nova existe um mural de pastilhas bastante interessante (vide fotos abaixo), o grande recuo em frente também dá todo um charme ao local, mas a sensação de abandono, e de que o tempo levou a vida do local é marcante. Nesta expedição fizemos um roteiro interessante, passando por Brodowski, Batatais, Altinópolis, Serrana e por fim, retornando a Ribeirão Preto. É uma região rica em antigas estações, vale muito passar momentos observando o que um dia já foi importante e hoje é digamos… exótico?

FOTOS DO LOCAL:

MAPA DO LOCAL:

POSTER DA ESTAÇÃO:
A cada estação visitada, seleciono uma imagem que julgo melhor refletir a expedição e a transformo num poster, unindo texto e imagem numa combinação de apelo bastante visual.

POST ABERTO À COLABORAÇÃO:
A partir da publicação de cada post inicial pelo autor, fica aberto aos colaboradores e interessados, o envio de materiais para mantermos atualizadas as informações sobre cada estação. Este site tem como principal objetivo resgatar através imagens, vídeos e textos um pouco da história ferroviária do país. Todo o conteúdo de cada post inicial é original e produzido pelo próprio autor e sua equipe de viagem, visando contribuir de fato, para o crescimento do acervo de informações sobre cada estação, sua história e seus personagens.

Conteúdos Relacionados:

5Comentários

  1. 16/07/13 às 23:59
    marcos antonio silva:

    pensa nessa estação ativada para o turismo belas paisagem pelo local seria um bom atrativo para os turista não só dessas região mas os de fora. MARCELO seria possivel se nos seus aquivos você postase a ferrovia são paulo santos .

  2. 23/08/13 às 4:56
    marcos antonio silva.:

    são 2 placas em comémorativos aos bravos ferroviarios entre são paulo é minas gerais da antiga rede ferroviaria antiga fepasa para que está homenagem se tudo com o passar dos anos foi desativado quantos ficaram sem seus trabalhos nesté trajétos quanto foi gasto ná epóca nessa construção para que de tanto interrese na sua desátivação entre esses dois estádos é mais as velhas estções ainda resisti com o passar dos anos desté sua construção.ao fundo destá estações podemos ver bém escondido no meio do mato a velha ferrovia que levou riquezas para os dois lado.porque de tantos elógios com placas comémorativas isso não leva a lugar nenhum porque então não deram segmento com sua reativação.mais uma vez é muito estranho com essa desátivações entre estés dois estádos que levaram sonhos alegria esperança a tantos lugares diferente por está região hojé repousa o que foi luta é sonhos de tanto ferroviarios que contribuio com sua história.hojé a decadençia tomou conta de tantas ferrovias que liga são paulo é minas geráis o que está por trás de tudo isso.descaso ou manobra póliticas desses governos do passado é presente.abs marcelo.

  3. 19/04/15 às 23:25
    marcos antonio silva:

    aqui o tamanho de um descasos com esse transporte que tanto se comenta nesse documentarios estaçõesbrasileiras a verdadeira historia de um passado que jamais podia chegar nessa situação em muitos lugares que existiu ou que ainda exista a velha estrada de ferro que por falta de interesses de muitos chegou nessa situação que estamos vendo em diversas regiões em nosso estado aqui quanto kilometros de estrada de ferro esta parada ligando dois estado ricos em cultura em progresso em diversas formas como em suas industrias que surgiu as margens dessas ferrovias hoje muitas delas perdeu seu principal meio de transporte sobre trilhos esse e o retrato de um pais que pouco importa com sua historia ferroviaria aqui esta um exemplo ligando dois estado atraves desses trilho que no passado se levou muita esperança e progresso a esses estados são paulo e minas gerais sua historia foi apagada nesse segmento sobre trilhos ainda existi o caminho basta tomar iniciativa para reativar a velha estrada de ferro nessa região altinopolis esta a espera de alquem que tenha vontade de ver novamente a velha estrada ser reativada para tantos fins sera que um dia tudo isso que estou citando vai acontecer novamente ou não a esperança e ultima que morre afinal por qual razão foi desativado esse longo caminho ligando esses dois estados afinal teve interesses para sua desativações nestas regiões tão ricas em muitas forma que possa se imaginar ate quando tudo isso vai continuar logisticas que aqui chega e domina tudo e ao mesmo tempo apaga a verdadeira historia ferroviaria de nosso pais esse e o retrato de um verdadeiros descasos com esse meio de transporte que sugiu e desapareceu em muitas regões o sonho acabou para muitos abs

  4. 20/06/15 às 13:46
    M. VILAIBA ZUCOLOTO A. OLIVEIRA:

    EMOCIONANTE…

  5. 13/03/16 às 2:48
    marcos antonio silva:

    ate nos dias de hoje eu não entendo por quais motivos dessas desativações entre são paulo e minas gerais por quais razões dessas malhas ferroviarias foram destivadas entre este 2 estado de tantas riquezas para si levar por estradas de ferro hoje em 2016 nessas reportagens que aqui vemos como estara nos dias de hoje por que não se pode reativar este percusos de tão belos cenarios e vilagejos por transitou as velhas locomotivas este o cenario deste passado que jamais voltara a existir em muitos lugares são paulo e minas gerais abs marcelo de marcos silva de carapicuiba sp.

Deixe seu Comentário