20/09/12

AGENTE HELY

DATA DA EXPEDIÇÃO: 18.01.2012
DESTINO: Estação Agente Hely (Parada)
LOCALIZAÇÃO: Município Pindamonhangaba – SP
COORDENADAS:  22°53’5.55″S 45°31’40.34″W
TRILHOS NO LOCAL: Sim (em uso)
ANO DA CONSTRUÇÃO: 1953
CONSTRUÇÃO: Estrada de Ferro Campos do Jordão
STATUS DO PRÉDIO: Em pé, porém bastante desgastado
EQUIPE DE VIAGEM: Marcelo Tomaz e Claudinéia de Marchi

O FILME:

RESUMO DA EXPEDIÇÃO:
Agente Hely é uma parada simples, feita de ferro, aonde existe uma placa com o seu nome, coberta por telhas de amianto e que serve aos usuários dos trens suburbanos da E.F.C.J. Fica a uns 50 metros de uma P.N. (passagem de nível) na estrada que liga Campos do Jordão à Pindamonhangaba. Andei pelos arredores atrás de maiores informações, mas não encontrei ninguém que soubesse um pouco mais sobre a paradinha, aguardei um pouco para ver se algum trem passava por ali, o que também não ocorreu, então segui até Pindamonhangaba, o que já é uma outra história, para um outro momento…

FOTOS DO LOCAL:

MAPA DO LOCAL:

POSTER DA ESTAÇÃO:
A cada estação visitada, seleciono uma imagem que julgo melhor refletir a expedição e a transformo num poster, unindo texto e imagem numa combinação de apelo bastante visual.

ILUSTRAÇÃO DO LOCAL:
Tendo como base as imagens reais de cada local colhidas pelo Projeto Estações Brasileiras, eu desenvolvo uma ilustração que retrate emocionalmente o espírito de cada estação/parada, ou mesmo do seu entorno, no caso de já não existirem mais. A intenção é que sirva de estímulo para a interpretação crítica de cada um, seja de forma positiva, negativa, carregada de saudosismo, ou mesmo de forma contemplativa apenas. Espero que curtam.

POST ABERTO À COLABORAÇÃO:
A partir da publicação de cada post inicial pelo autor, fica aberto aos colaboradores e interessados, o envio de materiais para mantermos atualizadas as informações sobre cada estação. Este site tem como principal objetivo resgatar através imagens, vídeos e textos um pouco da história ferroviária do país. Todo o conteúdo de cada post inicial é original e produzido pelo próprio autor e sua equipe de viagem, visando contribuir de fato, para o crescimento do acervo de informações sobre cada estação, sua história e seus personagens.

Conteúdos Relacionados:

1Comentários

  1. 18/08/13 às 23:47
    marcos antonio silva.:

    outro coméntário sobre está pequena plataforma com sua cobertura em sua volta estámos vendo que não há muito em falar mais sim pela sua utilização nós tempos de hojé se não séria mais uma abandonada como tantas outras sobre nossas ferrovias abs

Deixe seu Comentário